V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Projeto conscientiza crianças sobre preservação ambiental

Há seis meses, crianças do Santa Maria aprendem com alunos e docente de Pedagogia, da Unit, lições importantes sobre meio ambiente

às 16h41
Compartilhe:
Crianças aprendem com atividades lúdicas

Crianças aprendem com atividades lúdicas

Nunca é cedo para se preocupar com as questões ambientais. Esta é uma das principais lições enfatizadas no projeto ‘Trabalho com Práticas Educacionais em Educação Ambiental’ realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Papa João Paulo II e na Escola Municipal de Educação Irene Romão de Brito, localizadas no Bairro Santa Maria. O projeto, coordenado pela professora Anne Emilie Souza de Almeida Cabral e com participação de dois bolsistas, existe há seis meses, acontece semanalmente e envolve cerca de 80 crianças.

“Aqui há uma realidade com problema de saneamento básico, do lixo e outras questões ambientais. Decidimos sensibilizar desde a educação infantil o trabalho sobre preservação do meio ambiente, falar da sustentabilidade, da reciclagem. Para isso começamos com a importância de cuidar da sala de aula, de cuidar de si próprio, porque também somos um ambiente. A partir disso começamos olhar o entorno”, ressalta a professora Anne Emilie.

As atividades lúdicas são constantes nas aulas. Logo, imagens, figuras e filmes não podem faltar durante as dinâmicas que contribuem para o desenvolvimento de hábitos favoráveis ao meio ambiental. “As atividades são muito concretas. Eles discutem, falam o que pensam e sempre contextualizamos no espaço deles”, completa a professora.

Amanda e professora Anne Emilie em frente ao mural produzido pelas crianças

Amanda e prof. Anne Emilie em frente ao mural produzido pelas crianças

Apesar do pouco tempo da existência do projeto, já é possível notar mudanças de comportamento e conscientização não apenas nas crianças, mas, principalmente, nos acadêmicos bolsistas do programa. Egressa do curso de Publicidade e Propaganda e estudante do 5º período de Pedagogia, Amanda Freire integra o projeto desde o início. Para ela, a participação é fundamental e contribui muito no crescimento do profissional. “É necessário vivenciarmos a prática para percebemos de que forma a teoria que estudamos é aplicada. Eu estou aprendendo muito com as crianças”, salienta a estudante. Depois de desenvolver as práticas educacionais com as crianças, Amanda notou a necessidade de estimular desde cedo assuntos sobre sustentabilidade. “Percebi a carência de trabalhar as questões ambientais na educação infantil”, reforça.

Os resultados da ação do projeto, também são vistos nas paredes da escola. Em uma delas, as crianças construíram um mural para enfatizar a separação do lixo e colocaram caixas de papelão para incentivar a coleta seletiva. “Os resultados não se apresentam de uma hora para outra. É um trabalho realizado gradativamente. É um processo”, observa a professora.

 

Fotos: Marcelo Freitas

Compartilhe: