V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Museu do Amanhã aprova projeto de pesquisador do PPED da Unit

O projeto de pesquisa estuda novas tecnologias, está voltado para a infoinclusão e contribui para mapear e sugerir novas realidades educacionais

às 13h47
Momentos de pesquisa
Momentos de pesquisa
Jacques Fernandes e os colegas pesquisadores
O doutorando posa no MA
Compartilhe:

O Programa de Pós-Graduação em Educação – PPED, da Unit, aprova em âmbito nacional único projeto sergipano que passa a compor um grupo nacional de criação de políticas de infoinclusão no edital “Amanhã em Pesquisa”, lançado pelo Museu do Amanhã.

De autoria do doutorando Jacques Fernandes Santos, o projeto nasceu dentro das discussões do grupo de pesquisa Educação, Tecnologias e Contemporaneidades – GPETEC-UNIT-CNPq, sob orientação da professora Andrea Karla Ferreira Nunes. É através desse grupo que Jacques aprofunda seus estudos sobre a Infoinclusão como fator educacional.

“A pesquisa busca entender os ambientes formais e não formais de educação e sua capacidade de infoinclusão, ou seja, de permitir que colaborem para a formação de cidadãos aptos e capazes de conviver na ciberdemocracia”, explica o pesquisador.

Com a aprovação deste projeto, a Universidade Tiradentes e o PPED passam a ter destaque no âmbito das instituições de ponta que debatem e buscam soluções para a Infoinclusão.

O projeto representa importante contribuição da pesquisa em Educação para a redução da desigualdade provocada pela exclusão digital, uma vez que, segundo estudos do Comitê Gestor da Internet – CGI – no Brasil, há um “buraco negro” que separa a parcela mais pobre da mais rica quando o assunto é acesso aos dispositivos e ambientes tecnológicos.

“Pretendemos desenvolver uma proposta educacional, de baixo custo e alto impacto, que atue tanto na formação de professores para a cibercultura, quanto na inclusão de práticas pedagógicas inovadoras para os educandos. O grande efeito pretendido, no fim, é reduzir a profunda desigualdade social no campo da tecnologia na educação”, explica o pesquisador.

Jacques é de opinião de que a seleção da sua pesquisa no Projeto/Edital “Amanhã em Pesquisa” significa o reconhecimento da instituição carioca do valor que possui a pesquisa em Educação, sistematicamente questionada em 2019.

“Este projeto, além de incentivar a pesquisa com atitudes simples, mas que possuem grande valor para os pesquisadores, traz um sopro de vida para quem necessita andar pelo Brasil para realizar seus levantamentos de campo, de forma a possuir um recorte substanciado e válido para nossas conclusões”, diz o doutorando.  

Para ele a conquista representa o reconhecimento e empenho a toda equipe do Programa de Pós-graduação – PPED – da Unit, que se consolida como um dos melhores programas do Brasil, atraindo pesquisadores de todos os estados.

“Ainda mais, nos orgulha a responsabilidade de representar o estado de Sergipe, pois nosso projeto foi o único selecionado dentre todos os enviados do estado”, complementa.

Na opinião da doutora Andrea Karla, trata-se de um projeto em que a sociedade começa a pensar as tecnologias no século XXI porque com as mudanças advindas da conectividade e com a inteligência artificial cada vez mais apurada se faz necessário ouvir o que as pessoas e em especial os próprios jovens pensam dessa tecnologia.

“O projeto de Jacques foi selecionado junto comigo para que a gente participasse de um momento de discussão sobre como repensar a utilização dessas tecnologias com a juventude. É um desafio para nós no sentido de entender e ajudar a sociedade a melhorar cada vez mais as formas dos relacionamentos humanos, bem como a forma de aprender e de ensinar utilizando as tecnologias”, poderá a professora Andrea.

Alcance do projeto

Ao ser analisada a capacidade de infoinclusão do Museu do Amanhã, os pesquisadores terão como fornecer ao MA uma série de levantamentos e olhares, através do rigor da pesquisa científica, validada por métodos e procedimentos, que o ajudem a ampliar suas projeções de alcance social educacional.

Ao selecionar pesquisadores de todo o Brasil que tenham como objeto de seus estudos o MA, o Museu reforça seu compromisso enquanto espaço educacional de referência em toda a América Latina.

Compartilhe: