V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Projeto Unit Moot Court estimula alunos para simulação de julgamentos

Projeto Unit Moot Court é lançado para beneficiar acadêmicos que desejem participar de competições simuladas dentro e fora do país

às 17h32
Aluna faz defesa, durante simulação do júri
Aluna faz defesa, durante simulação do júri
O acadêmico Victor Hugo e os professores: Samyle Regina, Ken Aoki e Alex Ferreira
O palestrante, professor Ken Aoki
Compartilhe:

O Projeto Unit Moot Court sob a coordenação da professora Samyle Regina tem por objetivo promover uma formação humanística, técnico-jurídica e prática, indispensável à adequada compreensão interdisciplinar e global do fenômeno jurídico e das transformações sociais.

Foi com esse propósito que na tarde da sexta-feira, 13, acadêmicos de Direito de diversos períodos dos campi da instituição, bem como o público externo se reuniram na arena do Tiradentes Innovation Center para assistir à palestra de abertura do projeto, proferida pelo Juiz Federal, professor universitário e mestre em Direito Internacional, William Ken Aoki. O magistrado discorreu sobre o tema A relevância das Moot Courts na formação dos estudantes de Direito.

“É um modelo americano de competição internacional que hoje existe em todo o mundo, muito proveitoso para a academia, principalmente para os cursos de Direito no Brasil”, pondera Ken. Ele reconhece se tratar de um modelo onde é possível trabalhar os três campos de sustentação do conhecimento: ensino, pesquisa e extensão. 

“O evento foi pensado como forma de contribuição para os alunos interessados em participar de competições simuladas nacionais ou internacionais”, justifica a professora Samyle para quem a intenção principal é divulgar os editais a fim de que os alunos se sintam habilitados a concorrer nas diversas áreas. A docente lembra da existência de uma equipe de alunos que está inscrita no segundo Moot de Direito Tributário que ocorre em Salvador no mês de abril.

“Essa equipe começa a se preparar para discutir em relação aos memoriais e as partes mitigantes: contribuinte, procuradoria, com um caso hipotético da competição e utilizando argumentos escritos e orais para defesa do mesmo”, explica a docente.

Na opinião do professor e coordenador do Núcleo de Direito Internacional, Alex Ferreira reafirma que o objetivo é incentivar aos seus alunos participem dos eventos correlatos e tornem referências no âmbito do Direito Internacional.

Aluno do 9º período, Victor Hugo Almeida Santos Leite avalia a iniciativa do projeto como de grande valia porque estimula a que o aluno saia do circuito teórico para a fundamentação prática do curso.

O Unit Moot Court teve prosseguimento na manhã do sábado, 14, oportunidade em que os alunos da Unit que participam da competição nacional fizeram uma preparação específica através da simulação de um julgamento de profissionais que possuem qualificação da na área do Direito Tributário.

Compartilhe: