V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Rótulos dos alimentos podem ser lidos pelo seu celular

Esse tipo de recurso pode ajudar na conscientização da população quanto à segurança alimentar e na busca de uma vida saudável.

às 23h26
Profa Ingrid Borges
Profa Ingrid Borges
Aplicativo desrotulando
Compartilhe:

Por Roberta Andrade e Raquel Passos

Quem ainda tem dificuldade para realizar a leitura de rótulos de alimentos pode contar com a ajuda da tecnologia com o aplicativo Desrotulando. Disponível para os sistemas IoS e Android, o app gratuito escaneia os rótulos e, em segundos, fornece as descrições na tela do celular do consumidor, ampliando a conscientização sobre alimentação saudável.

Para fazer boas escolhas, a primeira dica da professora do curso de Farmácia da Universidade Tiradentes, Ingrid Borges, é ficar atento desde o momento da compra no supermercado, até a hora do consumo e durante as refeições.

A professora também destaca que as informações mais importantes nos rótulos são os valores nutricionais, assim como o percentual diário para cada nutriente, descrição clara de ingredientes e aditivos alimentares. “A leitura dos rótulos trará o conhecimento sobre aquele alimento, como a data de validade do produto, informações nutricionais, ingredientes, aditivos presentes no alimento, indicação de presença alergênicos, de maneira a proporcionar a escolha de um alimento saudável”, enfatiza a especialista Ingrid Borges.

Ela dá o alerta às pessoas que estão começando a se atentar somente agora aos rótulos:  “Não se engane com  apenas a beleza. “É preciso  que se checar sempre se tudo o que está descrito na frente do rótulo se confirma na ficha nutricional. Atentando-se, ainda, à quantidade dos ingredientes, ou seja, sempre o primeiro ingrediente a aparecer na lista, será o de maior proporção no alimento”. 

Rótulo

A rotulagem de alimentos foi regulamentada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), com a edição da Resolução 259, de 20 de setembro de 2002, estabelecendo obrigatória a rotulagem; e ainda indica que deve contemplar os seguintes itens: a denominação de venda do alimento, a lista de ingredientes, o conteúdo líquido, a identificação da origem e do lote, o prazo de validade e a instrução sobre preparo e uso do alimento, quando necessário. 

Compartilhe: