V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Seminário de Ética chega à quinta edição

Este semestre, estudantes e profissionais da Enfermagem discutem sobre a interdisciplinaridade na profissão

às 20h21
Interdisciplinaridade é tema central do Seminário de Ética
Interdisciplinaridade é tema central do Seminário de Ética
Conselheiro André Luiz: "É fundamental que os estudantes e profissionais conheçam a legislação"
Compartilhe:
Interdisciplinaridade é tema central do Seminário de Ética

Interdisciplinaridade é tema central do Seminário de Ética

Para discutir o conjunto de regras de conduta na interdisciplinaridade dentro da Enfermagem acontece nesta terça-feira, 27 de maio, a quinta edição do Seminário de Ética. Este semestre, o evento reúne no auditório do bloco C do Campus Aracaju Farolândia da Universidade Tiradentes, cerca de 150 estudantes da Saúde e profissionais da área.

“A cada semestre, focamos em uma temática diferente e nesta edição escolhemos ética na interdisciplinaridade. Precisamos mostrar para os futuros profissionais que para ter um relacionamento multidisciplinar entre as equipes é preciso ter ética profissional. Mostramos essas questões na vivência diária das aulas e no contato deles com outros profissionais, para que ele ofereça uma assistência de qualidade ao paciente”, ressalta Mirella Dornelas, docente da disciplina de Estágio Supervisionado I.

Para isso, o Seminário conta com participação de doutores e representantes de entidades do Estado. Entre eles, o professor Dr. Saul José Sameão Santos que ministrou palestra sobre ‘Bioética em enfermagem: Brasil e Portugal duas realidades, duas experiências’; e do representante do Conselho Regional de Enfermagem – Coren/SE, André Luiz Souza Reges que destacou quais os limites éticos da profissão.

Conselheiro André Luiz: "É fundamental que os estudantes e profissionais conheçam a legislação"

Conselheiro André Luiz: “É fundamental que os estudantes e profissionais conheçam a legislação”

“A luz do Conselho Regional de Enfermagem, quais são as implicações nas condutas dos profissionais, após saírem da universidade e durante sua convivência nos serviços de saúde? Quais são os limites éticos legais da profissão para resguardar esses profissionais de invadirem as áreas de outros profissionais ou de deixar de fazer aquilo que é de competência? Então mostraremos que caminho trilhar ética e legalmente”, observa.

Ele também destaca sobre a importância da discussão da temática entre os profissionais do Estado. “Em Sergipe recebemos muitas denúncias de infração ética, o que nos dá a entender que precisamos discutir muito mais este tema para evitar processos ético e judicial. Então é fundamental que os estudantes e profissionais conheçam a legislação para andar pari passu com as técnicas aprendidas na universidade”, acrescenta André Luiz Reges.

O estudante do 7º período do curso, Flávio Batista de Moraes, aprova a iniciativa do Seminário. “É um assunto pertinente na profissão, pois a ética estará sempre presente nas nossas ações. É entender e saber como ela está inserida na área de Enfermagem”, afirma.

Fotos: Marcelo Freitas

Compartilhe: