V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Sistema Magister apresenta funções que agilizam o processo acadêmico

Em nova versão, aplicativo Magister acrescenta funcionalidades e revela interface mais interativa

às 20h01
A campanha sensibiliza para a utilização do novo aplicativo
A campanha sensibiliza para a utilização do novo aplicativo
Exson Machado conversa com Isadora
Compartilhe:

O Magister Mobile é o software criado pelo Departamento de Tecnologia e Informática do Grupo Tiradentes com o propósito de facilitar e agilizar a vida de quem participa do processo acadêmico e administrativo. 

Utilizado tanto em smartphones com sistema operacional IOS e Android, o aplicativo tem agora uma interface mais atrativa e ganhou duas funções bastante significativas.

“A partir de agora o aluno pode fazer sua matrícula pelo aplicativo, bem como efetuar o pagamento desta e das mensalidades do seu curso. Todo o processo é absolutamente seguro feito em integração com as operadoras e sem armazenamento do número do cartão”, explica Exson Machado Souza, Diretor de TI do Grupo Tiradentes. Ele acrescenta que, pelo fato de ser bastante utilizada pelos professores, a função “Avisos” do Magister foi modernizada.

A estrutura do Magister também sofreu alterações que permitirão no processo evolutivo do aplicativo a inclusão de mais funções.

“Existe uma demanda grande por parte dos alunos que solicitam mais funcionalidades. Vamos trabalhar intensamente esse ano para que em um curto espaço de tempo possamos oferecer opções que favoreçam a que o aluno possa ter atendida suas necessidades”, complementa Exson, lembrando que o aluno deve atualizar o aplicativo para usufruir da sua nova interface e das funções agregadas.

Outro aspecto interessante e bastante funcional apresentado pelo novo Magister é que o aluno pode se cadastrar no wi-fi e configurar para que a senha seja solicitada apenas uma vez.

“Na página inicial do Magister, o aluno vai encontrar dois tipos de cards: o acadêmico e o de recursos. No card de recursos, o aluno tem a opção de avaliar o Magister Mobile”, lembra a programadora do DTI Isadora Maria Lima do Nascimento, membro da equipe de profissionais que deu ao sistema uma nova face.

Isadora explica que a programação utilizada anteriormente era chamada de nativa, processo que exigia um código para o Android e outro para o iPhone.  “Decidimos migrar tudo para o Framework híbrido intitulado Flutter, onde é desenvolvido um único código e ele próprio desenha na tela de forma idêntica para as duas plataformas”.

Sem dúvida, a metodologia contribuiu para a agilização de um processo que é pensado cuidadosamente pelo DTI para atender cada vez mais e melhor aos interesses dos alunos com novas funcionalidades.

Compartilhe: