V E S T I B U L A R UNIT
MENU

SUS em destaque

Durante dois dias, gestores, profissionais e estudantes da área da Saúde debatem sobre a atenção primária e o fortalecimento do Sistema Único de Saúde

às 14h58
Compartilhe:

A Saúde como um direito de todos e dever do Estado. A criação do Sistema Único de Saúde – SUS – completa 30 anos de existência em 2018. A implementação proporcionou o acesso universal, sem discriminação a um dos maiores sistemas públicos de saúde do mundo. Conquistas e desafios ao longo de três décadas.

Pensando em trazer discussões e reflexões frente a questões relacionadas ao processo de organização do sistema de saúde, constituição de redes, linhas de cuidados e prática profissional, a Universidade Tiradentes, por meio da coordenação do curso de Enfermagem, realiza o Congresso de Atenção Primária à Saúde. O evento acontece no Campus Aracaju Farolândia da Unit.

Durante dois dias, estudantes, docentes e profissionais da área da Saúde debatem temáticas como Atenção Primária como estratégia de organização do SUS; Modelos de Atenção à Saúde e Tecnologias do Cuidado na APS; Linhas de Cuidado Materno Infantil; Abrangência da Atenção Primária à Saúde; Doenças Crônicas e eventos agudos; entre outras.

“É papel da universidade a formação profissional. A Atenção Básica de Saúde é muito importante e precisamos ter uma atenção voltada para esta área. Espero que tirem o maior proveito e que aprendam o máximo possível durante a realização deste evento”, declara o médico e diretor da área da Saúde do Grupo Tiradentes, professor Hesmoney Ramos de Santa Rosa.

“Este é um momento de homenagem aos 30 anos dos SUS. Sabemos dos inúmeros avanços que enfrentamos ao longo das últimas décadas e, principalmente, o papel de cada um de nós para o fortalecimento do mesmo enquanto cidadão e profissional de saúde. A universidade é, portanto, um local estratégico para pensarmos conjuntamente nas melhores formas de fazer o SUS avançar ainda mais”, complementa a coordenadora do curso de Enfermagem da Unit, professora Maria Pureza Ramos Santa Rosa.

“Vi todo o processo de luta e crescimento do SUS. A Universidade Tiradentes procura fazer com que tenhamos profissionais que respeitem, entendam e lutem pela Atenção Primária de Saúde e do SUS como um todo. Estamos aqui para dialogar e trocarmos informações e experiências com o intuito de estamos fortalecidos para lutarmos pelo SUS para todos como deve ser”, assegura o médico e professor de Medicina da Unit, Dr. Walter Marcelo Oliveira de Carvalho.

Na programação, palestras e minicursos ainda abordaram as linhas de Cuidado às Doenças Crônicas não Transmissíveis; Processo de Trabalho em Saúde e Plano Terapêutico Singular; Consulta de Enfermagem e Prontuário eletrônico; Classificação Internacional na Atenção Primária à Saúde e a Classificação Internacional na Atenção Primária à Saúde.

 

Abertura

A cerimônia de abertura foi realizada na manhã de ontem, 15, e contou com a participação de gestores e profissionais de diversas áreas da Saúde. “Gostaria de parabenizar a Unit por realizar um evento tão importante para a saúde pública. Nós que estamos na lida diária pelo fortalecimento da atenção primária e do SUS, entendemos a importância de estar aqui hoje. Precisamos, desde a graduação, trazer a importância da Atenção Primária e o reflexo que as ações dos nossos profissionais vão ter na rede de atenção à saúde”, comenta a coordenadora estadual de Atenção Primária da Saúde e representante da Secretaria Estadual de Saúde, Fernanda Aragão.

“O tema do evento é bem pertinente. Aproveito para parabenizar a todos pela realização do evento pois participamos e vivenciamos isso diariamente. Tentamos buscar o melhor SUS para todos nós”, salienta o Secretário Adjunto da Secretaria Municipal de Aracaju, representante da Secretaria Municipal de Saúde, Dr. Carlos Noronha.

“São 30 anos do SUS. Precisamos fazer alguns ajustes, mas é claro que o SUS faz muito e temos uma grande população que utiliza o Sistema Único de Saúde”, destaca o enfermeiro e presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Sergipe, Enok Ribeiro.

“É um momento de reflexão e novos conhecimentos. Devemos cada vez mais nos fortalecer, os cursos da área da Saúde, para que tenham esta acessibilidade e sintam-se mais próximos, o que é a realidade da atenção primária”, ressalta o enfermeiro e presidente do Conselho Regional de Enfermagem – COREN/SE, Diego Rafael Borges.

“É um debate extremamente importante, você criar espaços onde possa ter estudantes, professores e profissionais de saúde. A formação é muito importante para a gente ver o rumo que o nosso país tem que tomar”, observa a enfermeira Shirley Moraes, vice-presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros e presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe.

 

Conferência

Para a primeira conferência, o Congresso de Atenção Primária à Saúde discutiu o “Histórico e constituição do SUS no Brasil” com o renomado médico Jairnilson Paim, referência nacional e internacional em políticas de saúde e participante ativo do processo de construção do SUS no Brasil.

“É com muita alegria que retorno a Aracaju e a Universidade Tiradentes, especialmente, por um tema da maior importância para a saúde coletiva brasileira, que a atenção básica em saúde. Trago um apanhado histórico da constituição do Sistema que foi uma das maiores conquistas da sociedade brasileira”, frisa Paim.

Paim possui graduação e mestrado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia e Doutorado em Saúde Pública também pela mesma instituição de ensino. É docente da Universidade Federal da Bahia e Professor Titular do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: Política de Saúde, Planejamento em Saúde, Reforma Sanitária Brasileira e Sistema Único de Saúde. Dr. Jairnilson é autor de 13 livros, 77 capítulos de livros e 160 artigos completos.

Compartilhe: