V E S T I B U L A R UNIT
MENU

TCC sem mistérios

A dificuldade para a produção do TCC é realidade ou mito? O assunto foi tema de conferência na Unit

às 19h45
Marisa fala sobre o sucesso profissional a partir do TCC
Marisa fala sobre o sucesso profissional a partir do TCC
O professor Mário Eugênio destaca o processo para confecção do TCC
Com a mesa composta, o professor Marcos Wandir abre os trabalhos
Compartilhe:

Como transformar o trabalho de conclusão de curso (TCC) num grande negócio? Foi com o propósito de dar dicas aos acadêmicos da Unit sobre a fórmula encontrada para a obtenção do sucesso que a empreendedora catarinense Marisa Paula Peraro Wells ministrou palestra na noite dessa quinta-feira, 27, na Unit.

Com transmissão on-line pelo Facebook da IES sergipana, a apresentação de Marisa agradou em cheio, e se não minimizou a impressão da dificuldade que causa para o acadêmico a confecção de um trabalho conclusivo do seu curso, pelo menos renovou a esperança de muitos alunos no que se refere ao fato de encarar a obrigatoriedade da tarefa como algo que pode ser rentável.

Na fala do professor dos cursos de MBA Mário Eugênio, responsável pela primeira palestra e pela vinda da convidada, o TCC não deve ser encarado com um bicho de sete cabeças. “A solução para isso está em escolher um tema que motive e estimule a pesquisa. Depois, é só cumprir as etapas e as regras”, simplifica o docente.

Já a convidada discorreu sobre sua experiência enquanto acadêmica. “Acredito que alguns exemplos são muito ricos. E sempre que tenho oportunidade, busco novos conhecimentos”, salienta Marisa, revelando que o seu propósito ao falar para a academia foi o de mostrar que existem caminhos que induzem ao sucesso e todos eles estão de alguma maneira vinculados ao esforço e à determinação.

“No final da crise, dos meus tombos, foquei em duas palavrinhas básicas que transformaram meu TCC em um grande negócio”, disse a conferencista mantendo o clima de suspense sobre a fórmula encontrada para transformar sua pesquisa acadêmica num negócio tão rentável que fechou o ano de 2016 com um faturamento de 24 milhões de reais. Hoje Marisa é dona da Pró-Corpo, uma rede de clínicas de estética avançada presente em três estados brasileiros.

“Me encontrei. Quando fui fazer meu TCC, pensei em um projeto na área de estética, não porque sou muito vaidosa, mas porque as pessoas tinham receio de estudar este campo”, citou a empresária em entrevista recente.

Para ela o sucesso decorre da objetividade do propósito e do processo. “Tem de planejar e ter foco. Para isso é necessário pessoas e processos como elementos de um TCC”, completa.

“A ideia é fazer com que cada vez mais os alunos se sintam instigados e motivados a confeccionar um trabalho que represente a costura de toda uma vida dentro da universidade, mas com o olhar no futuro”, pondera o coordenador de Pós-Graduação, professor Marcos Wandir Lobão.

Compartilhe: