V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Trabalho premiado

Pesquisa realizada pela coordenadora do curso de Farmácia da Unit, professora Juliana Dantas, recebeu menção honrosa no Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas

às 11h49
Foram mais de 900 trabalhos científicos aprovados para apresentação durante o I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas. Um deles, o da coordenadora do curso de Farmácia da Universidade Tiradentes, professora Juliana Dantas, ganhou destaque entre os selecionados.
Compartilhe:

O trabalho que analisou o “Perfil da conduta médica quanto à manutenção ou suspensão do ácido acetilsalicílico e do clopidogrel antes de cirurgias não cardíacas” conquistou o terceiro lugar na área de cuidado em saúde e recebeu menção honrosa no mais importante evento da área farmacêutica e com uma das maiores mostras de trabalhos científicos.

“Este trabalho faz parte do meu projeto de doutorado que defenderei no primeiro semestre de 2018. Foi uma grande surpresa e grande alegria ter recebido esta premiação diante de um número tão expressivo de trabalhos inscritos”, comenta a professora Juliana.

“Dentro do ambiente hospitalar, podemos trabalhar a assistência farmacêutica fazendo o acompanhamento desses pacientes. Após a marcação da cirurgia, o profissional pode entrar em contato com os pacientes e procurar saber qual foi a orientação recebida, verificar se está de acordo com os protocolos e, se necessário, entrar em contato com a equipe médica para investigação e fornecer uma melhor para orientação. O intuito é que se trabalhe a prevenção de riscos e promova uma segurança maior do paciente durante seu internamento hospitalar”, explica a pesquisadora.

O evento cujo tema central foi “Farmacêutico das Américas: cuidar, inovar e educar”, realizado de 15 a 18 de novembro, em Foz do Iguaçu, no Paraná, teve a participação de quatro mil farmacêuticos e estudantes de Farmácia do Brasil e de outros países.

“Foi o único trabalho de Sergipe premiado e isso me trouxe grande felicidade. Esse trabalho é desenvolvido no meu doutorado que é do Núcleo de Pós-graduação em Medicina pela UFS, no entanto, toda a minha equipe de trabalho é da Unit. É um trabalho de três anos sendo reconhecido por isso fiquei muito orgulhosa”, declara.

A pesquisa é desenvolvida com orientação do cardiologista Dr. Antônio Carlos Sobral Souza e co-orientação do Dr. Mario Borges, presidente do Instituto de Práticas Seguras de Medicamentos. “É um trabalho de várias mãos com pessoas comprometidas para que a gente realmente tivesse uma pesquisa de grande impacto científico e visão prática profissional para segurança do paciente”, complementa.

Outros prêmios

Esta é a terceira vez que o trabalho realizado pela professora Juliana Dantas foi premiado. Na primeira, recebeu menção honrosa entre as melhores pesquisas no Congresso Brasileiro de Farmácia Hospitalar, realizado em Brasília e, na segunda, ficou em primeiro lugar no Congresso Sergipano de Cardiologia.

Compartilhe: