V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Tradições unem o prazer da gastronomia a capítulos da história

A gastronomia sempre esteve ligada a aspectos culturais e religiosos ao longo da história da humanidade

às 13h00
A gastronomia surgiu por volta do século XVI quando nobres franceses elaboraram e estipularam regras do que era comer bem ou mal (Unsplash)
A gastronomia surgiu por volta do século XVI quando nobres franceses elaboraram e estipularam regras do que era comer bem ou mal (Unsplash)
Compartilhe:

É através dos sabores, por meio do universo gastronômico, que literalmente, podemos fazer uma viagem pelo mundo e também pela história. De fato, a gastronomia sempre acompanhou aspectos da cultura e religião dos povos ao longo da história da humanidade. Hoje, ingredientes, receitas e segredos da boa cozinha podem ser experimentados em quase todos os lugares, sem falar das novas técnicas e criações que fazem dos cardápios de restaurantes renomados um show à parte.

A relação com os alimentos, e a combinação de ingredientes, temperos e elementos para dar mais cor e sabor às refeições, são elementos que foram aprimorados ao longo do tempo, através das civilizações. Para entender a gastronomia em sua origem, podemos começar pelo significado da palavra, que vem do grego e é fruto da união das palavras ‘gaster’, que significa estômago, e ‘nómos’, que quer dizer “leis que governam”.

Segundo historiadores, na Idade Média, a grande preocupação das pessoas era conseguir algo para comer e não como comeriam ou preparariam o alimento. O grande marco do surgimento da gastronomia, por sua vez, ocorreu no reinado de Luís XIV, quando nobres franceses elaboraram e estipularam regras do que era comer bem ou mal. Já a primeira referência ao termo ‘gastronomia’ foi registrada em um poema de Joseph Berchoux, em seu título, em 1801.

Foi a partir deste momento que a culinária francesa passou a ser referência de sofisticação, além de marcar a singularidade de comer para saciar uma necessidade biológica ou como forma de celebração social e cultural.

Gastronomia brasileira

A origem da gastronomia no Brasil ocorreu no período colonial, em meio à mistura dos povos indígenas, que aqui estavam, africanos e portugueses. Essa integração foi a grande responsável pela formação da nossa culinária. No entanto, foi depois da Independência que a gastronomia nacional se firmou. Entre as bebidas mais apreciadas, estava a cachaça, bem como o café e a comida italiana.

Curiosidades

Um dos pratos mais simples e simbólicos da culinária francesa, o ratatouille, surgiu durante o século XVIII, na região provençal de Nice. É um guisado de legumes criado por camponeses e agricultores pobres, que precisavam usar a colheita dos vegetais amadurecidos frescos de verão. Ao longo da história, ele também esteve ligado aos períodos de crises e recessões, onde famílias com pouco recurso encontravam no ratatouille, um meio de alimentação diária. Em francês, ‘rata’ significa ‘ensopado robusto’ e ‘touiller’ significa ‘mexer’ ou ‘agitar’.

E, quem aposta qual é o maior prato do mundo? Acredite, é o ‘camelo assado’! Esse tradicional prato da culinária árabe costuma ser servido em celebrações de casamento dos beduínos, povo que vive no deserto, e é preparado com diversos recheios, um dentro do outro, como ovos cozidos dentro de um peixe assado, que por sua vez vai dentro de um frango assado, que é colocado dentro de um carneiro inteiro assado, que, finalmente, é colocado no interior do camelo.

Já aqui no Brasil, antes de proclamar a independência, em 7 de setembro de 1822, Dom Pedro I aproveitou em seu último almoço, um prato que é paixão de muitos: o tutu de feijão.

Ensino híbrido

A partir desse segundo semestre de 2021, a oferta do curso de Gastronomia da Universidade Tiradentes (Unit Sergipe) passa a ser para calouro do EaD (como o modelo híbrido é categorizado) nos campi Aracaju Farolândia e Propriá. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: