V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Transdisciplinaridade é tratada em fórum

Como forma de compreensão do ser humano a neurociência foi discutida durante encontro entre docentes e discentes da Unit

às 22h02
A doutora Ada, primeira conferencista
A doutora Ada, primeira conferencista
O acadêmico Sandro, empolgado com o tema tratado
O público participa do Fórum
Compartilhe:

Educação e Direitos Humanos: uma relação indissociável. Com esse tema, professores, alunos e a comunidade em geral participaram na noite dessa terça-feira, 26, no Teatro Tiradentes, da edição local do Fórum do Conhecimento. O evento que acontece em todos os polos de Educação a Distância da Unit, trata de assuntos de interesses comuns e são sempre abordados por especialistas.

Ao discorrer sobre o tema a doutora Ada Augusta Celestino conferencista da noite juntamente com a doutora Grabiela Maia Rebouças ressaltou a concepção educação na formação de um sujeito de direitos.

“Nossa intenção é mostrar que os direitos humanos são anteriores à declaração de 1948 porque desde que o homem existe ele tem direito, é da sua condição humana”, diz a professora Ada que sensibilizou a plateia pelo tema tratado uma vez que a sua fala avançou para a necessidade atual do indivíduo entender a educação e os seus direitos como uma relação, de fato, indissociável. A professora lembra que embora tenhamos passado por um golpe militar, vivemos nos dias atuais novas formas de violência social e individual.

Coube à doutora Grabriela Rebouças como especialista na área jurídica, tratar da Constituição e da Declaração dos Direitos humanos. A conferencista deixou evidente o seu propósito de ampliar, com o tema em voga, a ideia de conhecimento compartilhando saberes da universidade com a população em geral.

“Quando a gente pensa Direitos Humanos, pensamos sobretudo numa sociedade mais justa, igualitária, pacífica e desenvolvida onde as pessoas possam ter e se realizar com dignidade”, explica a doutora Gabriela.

“Além de ser professora da instituição, trabalho também com crianças. Por isso acho importante a par de tudo o que está sendo discutido hoje em dia o que nos permite capacitar e conhecer novas áreas de tudo que está sendo discutido na academia”, ressalta a professora Anne Emilie das disciplinas Escrita, Alfabetização e Letramento e Metodologia da Educação Infantil no curso de Pedagogia.

Para a coordenadora do Fórum do Conhecimento, professora Cristiane Santana esse é o momento de os participantes ampliarem o conhecimento sobre os temas que evocam o processo educacional. “Por conta disso, essa diversidade de temas abordados por especialistas de cada área”, salienta a professora.

A professora e gestora do polo Aracaju, Adriana Andrade percebe que a realização do Fórum representa o reconhecimento do crescimento do ensino na modalidade EAD.

Durante sua participação no Fórum do Conhecimento o acadêmico do 5º período de História, Sandro de Jesus opina sobre a importância do momento: “eventos como esse nos permite interagir e atualizar nossos conhecimentos”, conclui.

Compartilhe: