V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Tripé universitário garante grandes conquistas ao curso de Enfermagem da Unit


às 11h14
Compartilhe:

Uma formação generalista e humanista que garante ao mercado de trabalho um profissional altamente qualificado. O tripé universitário prepara cada vez mais o estudante para uma carreira de sucesso. O ano de 2018 foi de grandes conquistas para a Universidade Tiradentes, dentre elas os altos índices de aprovações dos egressos do curso de Enfermagem em processos seletivos, residências, mestrados e doutorados em todo o Brasil.

Com aprovação em primeiro lugar no Programa de Residência Multiprofissional e em Área Profissional da Saúde do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – USP –, Niele Ferreira, egressa do curso de Enfermagem da Unit, é um dos grandes exemplos dessas vitórias. Além de resultados em nível nacional como o Sírio Libanês, a Universidade Estadual de Ciências da Saúde em Alagoas, a Escola Superior de Ciências da Saúde  da SES no Distrito Federal, dentre outros, o curso também comemora o sucesso com expressiva aprovação nos programas de pós-graduação stricto sensu de mestrados e doutorados em Saúde e Ambiente e Biotecnologia,  que  foram ocupados por enfermeiros recém-formados.

“Este resultado é muito gratificante. Temos em nossa estrutura curricular saberes que contribuem para o desenvolvimento de projetos de extensão e pesquisa, inserem os alunos no contexto social, promovem experiências junto à comunidade local e serviços de saúde para a devida compreensão da realidade e estímulo a investigação e solução de problemas de saúde da população. Assim, toda a formação incita o aluno a caminhos que proporcionem grandes experiências, transcorridas em várias áreas de atuação profissional”, destaca a coordenadora do curso de Enfermagem da Unit, professora Maria Pureza Ramos Santa Rosa.

Devido à alta performance, o colegiado do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente (PSA) convidou para integrar o doutorado o mestrando Reinaldo Neto, que enaltece o papel da sua formação dentro da instituição de ensino. “A universidade nos fornece esse apoio, incentiva o acadêmico a desenvolver projetos e propaga o conhecimento científico. Hoje, estou muito realizado porque sempre almejei chegar onde estou”, comenta o pesquisador que durante a graduação teve artigos publicados em revistas de alto impacto científico.

Além das aprovações, os egressos também estão ocupando grandes espaços no mercado de trabalho. Nos melhores hospitais privados do estado, em torno de 65% dos enfermeiros foram formados pela Unit.

“O estudante precisa ser formado com vistas a um mundo complexo e noção do todo, da sistematicidade,  e não apenas das partes;  desenvolver o pensamento crítico, o raciocínio ético frente a uma aprendizagem integrativa e global para a vida; trabalhar em equipe, solucionar problemas atuais e aqueles que ainda existirão.  O estudante precisa ser protagonista, compreender a responsabilidade social da profissão que escolheu. É isso o que se espera da formação contemporânea para o enfermeiro do futuro: que seja um profissional comprometido com a ciência, a tecnologia e a inovação, que saiba o seu papel dentro da sociedade e busque resolver os problemas sociais”, finaliza professora Maria Pureza.

Compartilhe: