V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit encerra evento internacional


às 00h40
Compartilhe:
Doutor Justino Pereira de Magalhães, primeiro conferencista da tarde

Doutor Justino Pereira de Magalhães, primeiro conferencista da tarde

Não dá mais para as escolas assumirem outras funções que não a sua que é a de formar profissionais capacitados, afirma palestrante ao participar do encerramento do 6º Enfope e do  7º Fopie.

Durante cinco dias consecutivos, professores e acadêmicos dos cursos de licenciatura ofertados pela Unit no Campus Centro tiveram a oportunidade de participar de dois significativos eventos voltados para a discussão sobre temas que estão diretamente ligados à formação do profissional educador. Apresentações culturais, exposições temáticas, mesas redondas e conferências apresentadas por palestrantes nacionais e internacionais deram ao 6º Encontro de Formação de Professores e ao 7º Fórum Permanente de Inovação Educacional o tom exato dos problemas que permeiam o ensino no cenário educacional brasileiro.

Ao participar da mesa redonda de encerramento do Enfope e Fopie na tarde dessa segunda-feira, 17, a professora doutora Celi Taffarel debateu as tendências atuais inerentes à formação de professores no Brasil. Segundo a convidada, o país carece de 700 mil professores o que caracteriza um seríssimo problema dentre tantos outros detectados no segmento da educação.  O tema representa uma questão crucial para a nação, afirma a doutora Celi, lembrando que nenhum país tem autonomia, nem soberania se não tiver bons professores.

“Nosso objetivo ao participar deste evento é questionar sobre que tipo de professores as universidades brasileiras estão formando para contribuir com a educação. Vivemos um momento histórico que não é o mesmo de alguns anos. Hoje, sem sombra dúvidas, é imprescindível que a escola cumpra sua função social. Ela deve estar centrada naquilo que é a sua razão de ser que é a formação do indivíduo”, afirma a palestrante lembrando que a formação de professores é um dos inúmeros desafios enfrentados pela educação.

Ao centro, a professora Celi, ao participar da mensa redonda sobre a formação do profissional da educação

Ao centro, a professora Celi, ao participar da mensa redonda sobre a formação do profissional da educação

Durante a primeira conferência, proferida pelo professor doutor Justino Pereira de Magalhães, foi destacado o tema A formação dos professores e o desafio da construção do espaço público em Educação. Ele reconhece e afiram que o professor representa hoje um fator determinante na formação das novas gerações.  “Nunca como hoje a profissão e o trabalho do professor está no centro da evolução social, e no centro das políticas públicas e no centro dos direitos”.

Satisfeita com a participação dos mais de 600 inscritos no 6º Enfope e 7º Fopie a professora doutora e coordenadora do evento Ada Augusta Celestino diz que a semana representou uma trajetória muito longa e muito rica. “As conferências de encerramento trazem à tona as questões locais e globais nas quais estão inseridas ações que dizem respeito à formação do profissional da educação”, pondera, ao manifestar seu agradecimento pela participação dos docentes e acadêmicos.

A professora e coordenadora do curso de Pedagogia Vanda Salmeron faz questão de registrar a importância do evento por se tratar de uma iniciativa da Unit em trazer para a academia palestrantes internacionais.  “O pedagogo, durante sua formação acadêmica, necessita conhecer o que está acontecendo no ambiente em que vive e também na esfera internacional. Por isso o 6º Enfope e 7º Fopie ofereceu aos nossos alunos essa oportunidade”, finaliza a professora Vanda.

Compartilhe: