V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit realiza capacitação para professores e gestores na metodologia PBL

A Capacitação proporciona a professores e gestores entender como funciona o método PBL, utilizado pelo curso de Medicina da Unit.

às 14h54
Compartilhe:

O curso de Medicina da Universidade Tiradentes (Unit), realizou entre segunda e quinta-feira, 3 a 6, uma capacitação para professores e gestores da Pró-Reitoria de Graduação. O curso aplicado de maneira teórica e prática objetiva instruir na metodologia de Aprendizagem Baseada em Problemas, conhecida como PBL (sigla em inglês).

“Essa capacitação específica é uma capacitação para que houvesse um entendimento do que é a metodologia PBL. É o mesmo que nós fazemos com todos os professores quando são contratados. Então, para um professor iniciar na Medicina, ele precisa passar pela capacitação da metodologia ativa que é a PBL”, diz a coordenadora pedagógica do curso de Medicina, doutora Adriana Guimarães.

Cada dia da capacitação, o grupo teve aulas básicas e teóricas sobre a metodologia, abriram um problema para que  entendessem o que é a problemática; tiveram aulas sobre mapa conceitual, habilidades clínicas, e fizeram visitas em todos os laboratórios. Além disso, fecharam o problema para entenderem a conclusão do processo. “Eles estão sentindo exatamente o que os alunos sentem durante a semana acadêmica deles, que chamamos de semana padrão”, salienta.

“Eles precisam conhecer a maneira como funciona o método porque é muito distinto do tradicional. Conhecendo a metodologia, é possível conseguir melhores resultados. É essencial que a equipe docente seja treinada, perceba as diferenças para saber como devem trabalhar com os alunos, tracem as estratégias que devem utilizar para que seja extraído o melhor do conhecimento. Então, é extremamente importante que todo mundo conheça, pelo menos o mínimo, da metodologia aplicada na instituição”, corrobora a coordenadora de área da Medicina, doutora Lis Campos.

Uma das docentes que participou da capacitação foi a doutora Tatiana de Carvalho Socorro. “Essa experiência é muito importante porque a gente se coloca no lugar do aluno e vê como é gratificante ver na prática o que é estudado na teoria e você consegue fazer essa ligação. Então isso é um fator de engajamento e de mostrar mais interesse pelo aprendizado”, acredita.

 

Leia também: Vestibular Medicina: Unit recebe representantes de colégios e cursos

Compartilhe: