V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit recebe oficina do programa CapacitaSUAS

Professores Unit e representantes da Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social participam de oficina de alinhamento do programa que será desenvolvido com profissionais da Assistência Social no País

às 20h53
Compartilhe:
Professores Unit e representantes da Seides participam de oficina

Professores Unit e representantes da Seides participam de oficina

Uma equipe formada por professores da Universidade Tiradentes e representantes da Secretaria de Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social – Seides –, de Sergipe, participou nesta segunda-feira, 15 de julho, da oficina local de alinhamento do programa CapacitaSuas, projeto criado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e que será desenvolvido com gestores, trabalhadores e conselheiros da Assistência Social nos municípios brasileiros.  A oficina foi realizada no Campus Aracaju Farolândia e ministrada pelo coordenador-geral de Disseminação do MDS, Antônio de Castro.

“É um programa nacional de educação permanente do Sistema Único de Assistência Social – Suas, uma vez que a assistência ao longo dessas últimas décadas vem ampliando seus serviços e toda a rede de proteção social no Brasil. E agora há um investimento alto na formatação de uma política nacional, cujo objetivo é a capacitação permanente dos trabalhadores do Suas”, ressalta Neuza Malheiros, assessora técnica e coordenadora do programa CapacitaSuas em Sergipe.

A oficina é uma das atividades que integram o projeto e será realizada entre agosto e novembro deste ano por professores e profissionais experientes na área de política de assistência. A capacitação está dividida em três cursos: o primeiro sobre Introdução ao Provimento dos Serviços e Benefícios Socioassistenciais do SUAS e à Implementação de ações do BSM;  o segundo com o tema Atualização em Gestão Financeira e Orçamentária do SUAS; e o terceiro curso sobre Atualização em Indicadores para Diagnóstico e Acompanhamento do SUAS e do BSM. A meta do projeto é capacitar 740 profissionais nos 75 municípios sergipanos entre gestores e trabalhadores técnicos de Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e também da rede socioassistencial.

Antônio de Castro, Neuza Malheiros e professores Gilton Kennedy e Maria Ione explicam o Programa

Antônio de Castro, Neuza Malheiros e professores Gilton Kennedy e Maria Ione explicam o Programa

“Os estados fizeram a adesão a esse programa e estão implementando através dos planos estaduais de educação permanente do Suas. Somos um dos primeiros estados brasileiros a iniciar o projeto. Então será uma experiência interessante do ponto de vista do programa ser avaliado, monitorado e ver o que precisa ser aprimorado”, completa Neuza Malheiros.

Orientados pelo coordenador Geral de Disseminação do MDS, Antônio de Castro, os professores alinharam o planejamento e definiram algumas ações. “Estamos com o desafio de qualificar e melhorar a qualidade da rede de serviços que atende a população em situação de vulnerabilidade e risco social. Este programa é fundamental, porque objetiva fazer com que o Estado preste a sociedade um serviço cada vez mais qualificado. Temos hoje uma rede implantada em todo o Brasil e que tem dado uma contribuição no desenvolvimento social, no combate à fome e na melhoria dos índices de desigualdade social no País”, pontua o coordenador.

UNIT

Na Universidade Tiradentes, a oficina local de alinhamento do programa CapacitaSUAS ocorre em parceria com a Coordenação de Extensão e sob responsabilidade da coordenadora do curso de Serviço Social EAD, professora Maria Ione Vasconcelos. “Esperamos a prestação de um serviço técnico qualificado de acordo com as diretrizes da política de assistência social. Há uma expectativa muito grande no que se refere à capacitação continuada desses profissionais. Enquanto instituição formadora, a Universidade integrará  desta forma a rede nacional de capacitação do Ministério do Desenvolvimento Social”, afirma Maria Ione.

Segundo o coordenador de Extensão da Unit, professor Gilton Kennedy, a expectativa é que a oficina contribua na criação de estratégias de melhorias na área socioassistencial. “Estou muito feliz e desejo que tenhamos êxito em Sergipe, porque muitas cidades precisam desse trabalho”, almeja o coordenador.

Compartilhe: