V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Uso do Desfibrilador Externo Automático é tema de treinamento na Unit

O uso do Desfibrilador Externo Automático permite salvar a vida de alguém em parada cardíaca. Unit realizou treinamento em parceria com projeto SALVE

às 00h09
Diretora do departamento médico da Unit, professora Marília Uchôa
Diretora do departamento médico da Unit, professora Marília Uchôa
Evento foi concorrido
Edicrys de Oliveira, estudante do curso de Ciências Contábeis e colaboradora da Unit
Compartilhe:

Por Monyque Evelyn Santos e Raquel Passos

Treinamento para operação e manuseio do Desfibrilador Externo Automático – DEA –, equipamento utilizado na ocorrência de parada cardíaca, foi realizado para proporcionar mais saúde e segurança à comunidade acadêmica, colaboradores e terceirizados. A iniciativa é uma parceria entre o setor de Medicina e Segurança do Trabalho da Unit com o Projeto SALVE, e aconteceu na última quinta-feira, 23, no campus Farolândia.

De acordo com a diretora do departamento médico da Unit, professora Marília Uchôa, o DEA já está instalado em alguns locais e a partir desta segunda-feira, 27, será colocado em outros. “Já tínhamos o aparelho na ambulância da Unit, nos cursos de Medicina e Odontologia. Os próximos serão inseridos na coordenação dos polos, minishopping, departamento médico e no Centro de Educação e Saúde do Bairro Industrial”, afirma.

O DEA é um aparelho autoexplicativo que serve para identificar o ritmo cardíaco de uma pessoa em parada cardiorrespiratória por meio de pás adesivas no tórax, após a leitura do ritmo ocorre a desfibrilação, que é um choque elétrico no coração do paciente que permite controlar a frequência dos batimentos.

Essa orientação de suporte básico de vida para leigos foi ofertada pelo voluntário do Projeto Salve, Ronei Melo Barbosa, juntamente com médico do SAMU, Dr. Carlos Eduardo Oliveira. O Projeto Salve é pioneiro em Sergipe, composto por cerca de 100 voluntários, sendo 10 em atividade permanente. A ideia é levar o aparelho e o treinamento, que é gratuito, para o máximo de lugares, principalmente nas residências.

“Nosso objetivo é estimular e encorajar as pessoas para agir quando necessário, ao se deparar com alguém em parada cardíaca é preciso seguir alguns passos simples que podem reanimar a vítima. Oferecemos a capacitação para todos que desejam e solicitam, estamos dispostos a treinar o maior número de pessoas possível. O nome do projeto revela nossa missão, salvar vidas”, informa Ronei.

Edicrys de Oliveira, estudante do curso de Ciências Contábeis e colaboradora da Unit assimilou bem as informações ensinadas. “Já presenciei pessoas em parada cardíaca e por estar muito nervosa não sabia o que fazer. Com esse treinamento, me sinto preparada para agir de forma correta a poder salvar alguém”, informa.

Projeto SALVE

A capacitação foi em parceria com o projeto SALVE, iniciativa que leva conscientização à população sobre a importância de salvar vidas, composto por membros do SAMU, Corpo de Bombeiros, médicos e enfermeiros emergencistas.

Compartilhe: