V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Workshop de Pesquisa em Direito destaca importância acadêmica

Palestrantes de diversos estados apresentaram painéis sobre a pesquisa científica e reforçaram a importância da carreira acadêmica no Direito aos 220 inscritos

às 12h31
Professor Jeffson Menezes, um dos organizadores
Professor Jeffson Menezes, um dos organizadores
Palestrante convidado Octahydes Ballan
Palestrante convidada Naila Fortes
Workshop de Pesquisa no Direito
Compartilhe:

Por Raquel Passos e Cecília Oliveira

O Workshop de Pesquisa em Direito, nos últimos dias 18 e 19, discutiu como a prática da pesquisa acadêmica enriquece a formação do profissional de Direito. Organizado por professores de Direito da Universidade Tiradentes, o evento tem o objetivo de incentivar os alunos à prática científica.

Em sua primeira edição, o Workshop tem o objetivo de difundir técnicas e ferramentas teóricas. Para o professor Eduardo Robertti, um dos organizadores, é preciso ampliar o olhar do aluno para elaboração de trabalhos científicos. “Em especial àqueles alunos que estejam se preparando ou em fase de elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso e os interessados em pesquisa”, conta. 

Para o professor Jéffson Menezes, também membro da comissão organizadora, a oportunidade serve para somar esforços e contribuir com a jornada dos alunos no caminho da pesquisa científica. “As competências e habilidades que os discentes desenvolvem ao pesquisar, seja na contribuição na escrita, leitura, reflexão crítica e compreensão de mundo representam um diferencial na formação acadêmica e profissional. Como o enfrentamento dos desafios impostos pelo ato de pesquisar muitas vezes é desprezado, é necessária a criação de espaços de discussão e troca de experiências entre jovens atores e os mais experientes pesquisadores, além de acadêmicos em geral”, explica professor Jéffson. 

Na programação, pesquisadores mestres e doutores em Direito de estados como Piauí, Distrito Federal, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, além de Sergipe, que vivem a academia. No dia 18, ocorreram dois painéis: “como ampliar minhas fontes de pesquisas confiáveis”; e “como encontrar o meu tema de pesquisa”, apresentado pela professora, mestre e doutora em Direitos Humanos pela UniFacs, Naila Fortes, e pelo professor, mestre e doutor em Direito pela UniCEUB, Octahydes Ballan, respectivamente.

Painéis

Naila Fortes abordou sobre a importância de entender os métodos de pesquisa para auxiliar na formação dos profissionais de Direito e incentivar os alunos a começar cedo na pesquisa científica, segundo ela no primeiro período já é a hora de iniciar. Já Octahydes Ballan indica ideias para despertar o seu eu científico pesquisador e fala que é essencial o aluno se identificar com o tema que irá pesquisar e saber qual a área de direito quer estudar.

“A pesquisa é algo que tem que estar no cotidiano do jurista, pois ele usa a pesquisa como ferramenta de trabalho no processo de argumentação, de criação no processo científico dentro do direito”, explica a doutora em Direito pela Faculdade Patos de Minas Gerais, falando ainda da experiência com seus alunos e como houve uma melhora significativa em sua argumentação e conhecimento. 

A estudante de Direito da Unit, Beatriz Bittencourt, conta como esse evento ampliou seu olhar para a pesquisa científica: “O Workshop foi muito esclarecedor e produtivo para nós alunos, principalmente para quem, assim como eu, está prestes a elaborar o TCC”. Ela complementa que não tinha um contato próximo com a pesquisa científica, mas que agora deverá se aproximar. “Estou muito satisfeita em ter participado”, finaliza.

Workshop

O Workshop reúne pesquisadores experientes do Direito, em sua totalidade pós-graduados (mestres e doutores) em um espaço virtual e interativo como é a plataforma do Google Meet oferecido pela Unit aos seus alunos. Nesta primeira edição, foram 220 inscritos. 

“Isso demonstra o grande interesse dos alunos por eventos que adotem como temática a pesquisa científica. As devolutivas que temos recebido têm sido as melhores possíveis”, revela professor Eduardo Robertti, acrescentando que o evento contou com a participação da Liga Acadêmica de Direitos Humanos e Constitucional do campus Unit Estância, e da Atlética Unitouros (todos os campi).

Compartilhe: