Extensão

A Unit possui um vasto trabalho destinado a ações sociais, atendendo a comunidade sergipana, na educação, na saúde e na cultura.

As ações sociais estão voltadas para idosos, adultos, adolescentes e crianças nos vários projetos que a Universidade abraça.

Os projetos atendem a comunidade carente, principalmente, dos bairros em que se encontram instalados os campi da Unit, a exemplo, do Projeto Treinando para o Futuro, no bairro Farolândia.

Vale frisar que todos os projetos estão relacionados com a Coordenação de Extensão, por serem atividades de extensão, as quais visam a difusão de conhecimento e aprimoramento das técnicas.

As atividades de extensão deverão, sempre que possível, vincular-se a um curso de graduação da Universidade, qualquer que seja a atividade, sua duração e suas características.

Os projetos de extensão envolvendo cursos de graduação deverão ser submetidos à apreciação e aprovação do respectivo Colegiado.

A Coordenação de Extensão procurará envolver alunos e professores em atividades de interesse da comunidade onde a Universidade Tiradentes está inserida, contribuindo para sua formação acadêmica e aperfeiçoamento da cidadania e beneficiando pessoas com a participação ativa da instituição.

Os projetos de extensão deverão ser aprovados pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão – CONSEPE.

RECRUTAMENTO PARA MONITORIA 10 SEMEX

Prezado aluno,

As inscrições para o processo de recrutamento monitoria 10 SemEX – Campus Farolândia, estará disponível a partir de 29/02/2016.

Se você é aluno, está devidamente matriculado, e tem interesse em colaborar ativamente para a realização do maior evento institucional da Universidade Tiradentes, favor ler as instruções abaixo, e estando de acordo, clicar no botão ‘Fazer Inscrição’ para ser direcionado à página de inscrição do recrutamento.

  • A monitoria da SemEX – Semana de Extensão da Unit – consiste, basicamente, em executar tarefas designadas pela equipe organizadora do evento.
  • Entre as diversas tarefas realizadas pelo aluno monitor da SemEx estão: recepção, e suporte ao ministrantes durante palestras, mesas de debate, conferências; recepção ao inscrito e colheita de assinaturas em listas de participação; instruções e direcionamento do público as atividades ofertadas; execução de logística relacionada aos minicursos; suporte as atividades ligadas a logística do evento nos blocos, nas salas de aula, nos auditórios, no mini-shopping, e outros locais de realização da programação, bem como em atividades a serem desempenhadas no centro de comando do evento (Coordenação de Extensão); organização, recebimento, conferência e confirmação da entrega dos leites; tarefas administrativas necessárias a execução do evento; etc.
  • O aluno selecionado para a monitoria deverá estar ciente que no período de atuação como monitor estará subordinado aos comandos emitidos pela equipe organizadora do evento, se comprometendo com os horários definidos, as instruções direcionadas, e as atividades a ele incumbidas, zelando pelo bom andamento do evento, portando-se de maneira cordial, ética e colaborativa perante os colegas monitores, os professores envolvidos, o público do evento, e para com a equipe da Coordenação de Extensão, obedecendo, inclusive, a escala hierárquica estabelecida para os próprios monitores pela organização.
  • Os turnos de atuação na monitoria, para cada aluno monitor, não serão inferiores a dois turnos por dia, portanto, o aluno interessado na monitoria deverá estar disponível para exercer suas atividades de monitoria em períodos como manhã e tarde; manhã e noite; tarde e noite.
  • O aluno selecionado para a monitoria estará inscrito para o evento, sendo a ele dispensado o pagamento da taxa de inscrição, e ao final da efetiva atuação na monitoria receberá certificado do evento, e pela atuação na monitoria. (Observação importante: Se o aluno monitor se antecipar a seleção e efetivar a inscrição no evento, não será devolvido o valor pago pela inscrição, ficando a sua livre escolha atuar na monitoria ou participar do evento na qualidade de inscrito).
  • Esta etapa de recrutamento consiste apenas na constituição de uma lista de interessados, a efetiva seleção para a monitoria ocorrerá em reunião a ser realizada com antecedência ao evento. Os alunos inscritos para o recrutamento serão contatos e avisados previamente do dia da realização da reunião de seleção – verificar se seus contatos pessoais (telefones e e-mail) estão atualizados no Magister. O comparecimento a reunião é indispensável, e, somente nesta ocasião os interessados serão efetivamente selecionados para compor a equipe de monitores. Portanto, a pré inscrição no recrutamento apenas concede a expectativa de ingresso no quadro de monitores para a 10 SemEX, sendo selecionado apenas aquele convocado que comparecer a reunião de definição dos monitores.
  • Serão disponibilizadas 100 vagas para o recrutamento.
  • O período para inscrição no recrutamento ocorrerá de 29/02/2016 a 10/03/2016, isto, obedecendo ao limite das vagas definido.
  • ATENÇÃO! A monitoria que se refere esse processo de recrutamento é para as atividades da 10 SemEX que ocorrerão no Campus Farolândia, portanto, o interessado deverá ter ciência que está se habilitando para atuar na Universidade Tiradentes – Campus Farolândia, independente do local onde resida.
  • O período de atuação na monitoria antecede ao período de realização do evento, qual seja 11 a 15/04/16, portanto, haverá atividades a serem desempenhadas anteriormente ao da execução da atividade. Assim, o monitor deverá estar disponível para atuar de forma previa a data do evento.
  • Não existe qualquer contraprestação pecuniária pela monitoria na SemEX – o monitor tem direito a certificações.
  • O compromisso firmado com a monitoria não tem qualquer relação com a vida acadêmica do aluno, portanto, deve o aluno monitor se adequar a rotina de tarefas da monitoria na SemEX e aquelas particulares que dizem respeito a sua graduação. Algum ônus referente à sua rotina acadêmica por ventura sofrido é de sua inteira responsabilidade.
  • A monitoria na SemEX possibilita que o aluno assuma o papel de colaborador na execução do maior evento institucional, oportunizando momentos de interação com o corpo administrativo da Universidade, com colegas universitários, com professores, com palestrantes e ministrantes, bem como, permite o aprendizado impar para novas habilidades, muito além da formação técnica da sala de aula. É edificante contribuir com a realização deste evento grandioso e de sucesso.

Atenciosamente;

Ítalo Jorge

Coordenação de Extensão

Fazer Inscrição

Prêmio Monografia

 

O Prêmio Universitário de Monografia da Unit, instituído pela Universidade Tiradentes através da Coordenação Extensão, foi criado com a finalidade de:

  • Focalizar e valorizar o papel do estudante como aquele que busca a qualidade científica no processo de aprendizagem;
  • Estimular, entre os estudantes, a formação profissional e humanística, a produção científica, a participação na vida acadêmica da Universidade, contribuindo para a produção do conhecimento;
  • Valorizar a pesquisa interdisciplinar a partir do tema gerador, despertando o pensamento científico na comunidade universitária, através da investigação e produção do conhecimento.
Edição Tema Ano
20º Gênero e Diversidade: Instrumento de Promoção Social na Extensão Universitária 2018
19º Limites entre Ética e Ciência: Soluções e Contradições 2017
18º Diversidade Responsabilidade Social e Demandas Atuais no Século XXI 2016
17º Extensão Universitária: Integração entre Formação Profissional e Cidadania 2015
16º Inovação e Criatividade para o Desenvolvimento Local 2014
15º A Tecnologia como ferramenta para O Saber da Sociedade Contemporânea 2013
14º A Universidade Tiradentes construindo a extensão universitária em Sergipe 2012
13º Direitos Humanos na Sociedade globalizada 2011
12º O conhecimento promovendo a acessibilidade 2010
11º Da extensão universitária ás transformações sociais :Impacto da Universidade Tiradentes na sociedade sergipana 2009
10º O papel da Universidade na formação ética da sociedade 2008
A extensão, sua aplicabilidade e a repercussão no individuo 2007
A Extensão Universitária e as práticas culturais e cientificas em prol da sociedade 2006
Universidade: Educação & Diversidade nos 150 anos de Aracaju 2005
Comunidade, Conhecimento e Novas Tecnologias 2004
Universidade e Cultura: Interdisciplinaridade 2003
Universidade e Comunidade: O Papel Social do Conhecimento 2002
O Meio Ambiente e a Cidania 2001
Brasil – 2000 Sem Exclusão 2000
Repensando os 500 Anos de Brasil: Resgate de uma Nação 1999

 

Laboratório Central de Biomedicina

Reconhecido pelos especialistas como uma das mais completas unidades laboratoriais de universidades brasileiras, o UnitLab adota diversos programas de qualidade, participa de um dos melhores programas de certificação e acreditação e é o único laboratório ambulatorial que realiza a coleta e análise de Liquor no estado de Sergipe.

O laboratório investe constantemente em tecnologia, qualificação de pessoal e valorização do relacionamento com clientes e parceiros. Sua estrutura técnica e científica é composta por sete biomédicos especialistas, mestres e doutores, que são responsáveis pelos setores como Coleta de amostras biológicas, Uroanálise, Bioquímica, Microbiologia, Hematologia, Imunologia e Parasitologia, os quais são compostos por equipamentos de alto grau de qualidade.

Dotado de excelência técnica e confiabilidade, o laboratório tem grande capacidade de atendimentos por dia e oferece todos os serviços relacionados a análises clínicas. Embora sejam aceitos todos os convênios do estado, 90% de seu atendimento é voltado para o Sistema Único de Saúde (SUS). O UnitLab também oferece palestras sobre saúde aos clientes, promove aulas complementares de Biossegurança para os alunos e realiza diversas atividades de extensão, prestando assistência à comunidade por meio de parcerias.

Diariamente são atendidos mais de 40 pacientes, das 6h30 às 12 horas e das 14 às 17h30, de segunda a sexta-feira, e aos sábados, das 7 às 11 horas.

O Laboratório funciona à rua Laranjeiras, 726, Centro, telefone: (79) 3214-1790.

Clínica de Psicologia - Centro de Apoio Psicossocial

O Centro de Apoio Psicossocial funciona na Clínica de Psicologia da Universidade Tiradentes (Unit) e desde 2001 presta serviços à população. Dotado de estrutura adequada, o espaço também serve como local de estágio aos alunos do curso de graduação, sob orientação dos professores, que são psicólogos com formação especializada e experiência clínica.

Os atendimentos psicoterápicos são realizados semanalmente e aumentam a cada semestre, promovendo assim a busca por uma melhor qualidade de vida que contempla as dimensões biopsicossociais destes pacientes. Além de acolhimento individual, também existe oferta de atendimento em grupo e familiar. A clínica conta com núcleos de ensino, pesquisa e extensão, nos quais são desenvolvidos muitos projetos gratuitos, pois atendem à comunidade carente. Além disso, por meio de vários convênios firmados com diversas entidades e instituições, são realizadas inúmeras ações inovadoras de trabalho da prática do psicólogo em presídios, escolas, hospitais, entre outros locais.

Contato  – (79) 3218-2212 ou 3218-2213.

Horário de funcionamento – Segunda à sexta, das 8h às 19h.

Clínica de Bebês

A Universidade Tiradentes (Unit) criou, em 2000, a Clínica de Bebês, tornando-se projeto pioneiro no estado de Sergipe quanto aos cuidados da saúde bucal de crianças na faixa etária de 0 a 36 meses e atenção odontológica preventiva às gestantes. Localizada no campus Centro da Unit, com fácil acesso e estrutura adequada, a clínica trabalha no sentido de prevenir, educar e manter a saúde do bebê, diminuindo o risco de desenvolvimento da doença cárie para, deste modo, evitar a necessidade do tratamento convencional.

Além de servir de suporte a diversas possibilidades de pesquisa, ensino e extensão, garantindo ao aluno o aprimoramento dos conhecimentos técnicos e científicos, o projeto presta um excelente serviço à comunidade, demonstrando a importância de ações preventivas em concomitância com tratamentos curativos, propagando hábitos saudáveis.

Nos últimos 4 anos a clínica de bebês realizou mais de 550 atendimentos.

 

Clínica Odontológica

A Clínica Odontológica da Universidade Tiradentes (Unit) é considerada centro de excelência na área e presta serviços à comunidade, especialmente para pessoas de uma condição socioeconômica menos privilegiada. Nos últimos quatro anos foram realizados mais de 60.000 procedimentos clínico-odontológicos, atendendo a todas as faixas etárias.

A clínica atua como escola, servindo como laboratório de aulas práticas para estudantes do curso de Odontologia da Unit que, sob supervisão do corpo docente, realizam tratamentos preventivos e restauradores, reabilitação oral (próteses dentárias), tratamento odontopediátricos, profilaxia, diagnósticos de lesões orais, tratamentos endodônticos, periodontia, cirurgia oral e radiologia.

Além do atendimento na clínica, os graduandos podem participar de diversas atividades de extensão em comunidades e instituições beneficentes. A clínica realizou ainda vários projetos que visam à promoção, prevenção e tratamentos e à propagação de informações por meio de ações socioeducativas.

Horário de Funcionamento: 7 às 12 horas e das 13h20 às 18 horas (segunda a sexta-feira)

Telefone: (79) 3218 – 2306

Centro de Saúde Ninota Garcia

 

 

O Centro de Educação e Saúde Ninota Garcia tem um papel social relevante no estado de Sergipe, uma vez que atende um grande número de usuários, principalmente do Sistema Único de Saúde (SUS), que são encaminhados por médicos de diversos campos para tratamento fisioterapêutico. O Centro, localizado no Bairro Industrial e que funciona desde 1996 como área de extensão da Universidade Tiradentes (Unit), é usado para estágio curricular pelos acadêmicos do curso de Fisioterapia, complementando sua formação por meio de atividades de observação, atendimento individual e prática supervisionada. As ações se destinam à comunidade aracajuana e aos municípios circunvizinhos, como Barra dos Coqueiros e Nossa Senhora do Socorro.

O espaço conta com localização estratégica, ambiente climatizado, piscina para tratamento hidroterapêutico, e frequentemente são realizadas reformas e adaptações nas instalações físicas do prédio, além da aquisição de novos e modernos equipamentos, para atender adequadamente às necessidades de aprendizagem dos acadêmicos e de tratamento dos usuários, resultando em um serviço de qualidade. Por ano são realizados entre 20 e 30 mil atendimentos.

O Centro de Saúde da Unit funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 12h30 e das 13h30 às 18h30, à avenida João Rodrigues, 200, Bairro Industrial.

Telefone: 79 – 3215-5143

Unit Portas Abertas

Criado em 2000, o programa Unit Portas Abertas busca aproximar a sociedade da Universidade Tiradentes, sobretudo ao evidenciar a Instituição de Ensino Superior como centro de excelência em educação e em pesquisa.

As visitas programadas com as escolas proporcionam a integração dos discentes do Ensino Médio de escolas públicas e privadas com os docentes e acadêmicos da Universidade. Nelas, os alunos conhecem toda a estrutura da Unit e recebem informações atualizadas dos coordenadores dos cursos oferecidos pela instituição sobre o fazer de cada área, o mercado de trabalho e a metodologia de ensino utilizada para a inserção dos futuros profissionais no mercado.

Ao longo desses últimos quatro anos, a Unit recebeu mais de 150  escolas e centros educacionais e trouxe, aproximadamente, onze mil alunos.

Reformatório Penal

O Projeto Reformatório Penal foi criado em 1995 pela Universidade Tiradentes (Unit) e os principais pilares são a efetivação do acesso à justiça enquanto instrumento garantidor de direitos substanciais e o respeito às garantias previstas na legislação brasileira. A atuação se dá dentro das Varas Criminais e de Execução Penal nas cidades de Aracaju, Estância e Itabaiana, e conta atualmente com 16 estagiários. O Projeto desenvolve ações que provocam levantamentos do estado e da vida carcerária de cada um dos detentos, por meio de atendimentos, além de entrevistas efetuadas pelos discentes/estagiários, acompanhados por defensores, nos diversos presídios de Sergipe, o que resgata direitos e colabora de forma efetiva na construção de soluções e melhores alternativas de assistência aos egressos e reclusos do sistema penitenciário sergipano, bem como seus familiares e réus em processos criminais.

Livramento Condicional, Progressão de Regime, Soma e Unificação de Penas, Saída Temporária, Remição, Indulto, Comutação e Redirecionamento de Pena são formas de atuação a que o Projeto Reformatório Penal se propõe. Ademais, por meio destas ações os estagiários entram em contato com a pesquisa acadêmica/científica, sendo incentivados a desenvolver trabalhos com foco nas necessidades reais da população do estado, o que reafirma a livre iniciativa para a construção de uma sociedade mais justa e humana. É por intermédio dessas vivências que a sensibilidade em relação à questão social ganha forma e concorre para o desenvolvimento de diversas habilidades necessárias ao exercício profissional.

Foram realizados mais de 14.000 atendimentos nos últimos 4 anos e mais de 13.000 peças processuais.

Conduta Consciente

Entendendo a educação como mola mestra para todo princípio de mudança no caminho para um mundo melhor e em sintonia com os desafios ambientais, a Universidade Tiradentes (Unit) criou, em setembro de 2009, o Programa Conduta Consciente. Por meio de ações dos mais variados tipos, como palestras, oficinas, visitas técnicas e campanhas, o programa visa trabalhar práticas sustentáveis no ambiente educacional, promovendo a conscientização a toda a comunidade acadêmica, bem como ao público externo. Como fomento às atividades desenvolvidas, foi inaugurado em 2016 o espaço físico do Conduta Consciente, proporcionando aos frequentadores do campus Farolândia um local de referência para discussões e implementação de projetos, área de convivência, mini acervo com literatura dedicada às questões socioambientais, implementando a política de estágios e incorporando à equipe alunos dos cursos de diversas áreas afins.

Unit Noticias e Noticias em 10

Unit Notícias

O projeto de extensão Unit Notícias é um importante canal de prática laboratorial em Telejornalismo para os alunos de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Veiculado pela TV Atalaia, afiliada da TV Record, o programa tem uma audiência significativa, o que dá uma excelente visibilidade para os acadêmicos da Universidade Tiradentes (Unit). Além da cobertura de eventos internos, são abordados assuntos de interesse da comunidade em geral.

As rotinas de produção do telejornal envolvem os alunos selecionados nas atividades de reportagem, edição e produção. A seleção é feita por intermédio de edital, garantindo a formação de uma equipe de qualidade, cujos membros são supervisionados e orientados, aprimorando assim a dinâmica das gravações diárias.

Por meio da programação, com telejornais cada vez mais plurais e interessantes, a comunidade fica informada dos eventos e ações produzidos pela Unit e também tem acesso a reportagens factuais que tratam de cidadania, educação, inclusão social, cultura, saúde e utilidade pública. Além das matérias diárias, nos últimos anos ainda foram produzidas duas séries de reportagem que obtiveram grande destaque: História e cultura na rota do cangaço e Opará: vida e vozes do São Francisco. Foram veiculas nos últimos 4 anos mais de 1200 programas.

Notícias em 10

O projeto de extensão Notícias em 10 trata-se de um informativo radiofônico que funciona nas dependências da Universidade Tiradentes (Unit), envolvendo alunos do curso de Comunicação Social, com apoio dos demais cursos, e divulga informações e o conhecimento produzido dentro da universidade. Além de promover interação com a comunidade acadêmica, o programa leva seus serviços também à comunidade externa, por meio de entrevistas e na gravação de reportagens com profissionais e especialistas das mais diversas áreas.

O Notícias em 10, marcado por inovação, criatividade e qualidade, proporciona aos estudantes que o fazem o desenvolvimento de diversas habilidades e competências necessárias ao futuro exercício da profissão de jornalista, aliando teoria e prática no planejamento de cobertura e transmissão ao vivo. O projeto tem se destacado e em 2015 recebeu alguns prêmios, como o Expocom do Intercom Nordeste, na categoria Documentário Jornalístico e Grande Reportagem Áudio/Rádio, e três prêmios Setransp de Jornalismo, na categoria Reportagem Laboratório.

Os programas são gravados no laboratório de rádio, que funciona de segunda a sexta, e vão ao ar das 18h35 às 18h45, incluindo no noticiário a cobertura de diversos eventos realizados na Unit.

Núcleo de Práticas Jurídicas - NPJ

NPJ – ARACAJU

O Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) foi criado em 1997, pela Universidade Tiradentes (Unit), e desde então se tornou essencial para a comunidade de Aracaju e seu entorno por desempenhar papel de fundamental importância na colaboração de resoluções de aspectos processuais e extraprocessuais, em que a participação em mutirões e projetos comunitários em eventos externos, com a presença de professores e alunos/estagiários, tem o objetivo de estender o papel da Unit no seio social.

Dispondo de estrutura física adequada e acessível, o NPJ é voltado prioritariamente ao aprendizado dos discentes, estando a serviço das pessoas economicamente empobrecidas, das vítimas de violações de Direitos Humanos, e apoia os movimentos sociais e populares. Os alunos de Direito que cursam do 7º ao 10º período têm, por meio do estágio, a oportunidade de obter maior qualificação profissional.

NPJ – PROPRIÁ

O Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) do campus de Propriá tem como um de seus principais objetivos salvaguardar ou restabelecer os direitos ameaçados ou violados daqueles cuja situação econômica não lhes permite pagar o valor do processo e os honorários de advogado, por meio da prática de negociação, conciliação e mediação. Os estágios desenvolvidos no NPJ oportunizam ao discente o contato com o público por intermédio da prestação de assistência judiciária gratuita nas áreas civil, criminal e trabalhista, contribuindo de forma substancial para a formação de profissionais com sólidos conhecimentos e capazes de atender com excepcional qualidade ao mercado de trabalho.

NPJ – ITABAIANA

O Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) do campus de Itabaiana disponibiliza importantes serviços em busca de atender à comunidade local, propiciando ao aluno em estágio a prática real das atividades desenvolvidas, visto que seu funcionamento oportuniza um excelente campo de prática das atividades. O núcleo é um importante instrumento de concretização do acesso à justiça para as camadas mais desfavorecidas da sociedade itabaianense, no que concerne a soluções de conflitos como um todo, prestando assistência jurídica gratuita à população carente que necessita dos seus serviços, seja numa simples orientação, bem como no ajuizamento das ações pertinentes aos casos apresentados, garantindo assim sua atuação social junto à comunidade.

 

 

Centro de Educação

O Núcleo de Educação da Universidade Tiradentes (Unit), localizado no Bairro Industrial, começou a funcionar em 1996, em parceria com o Governo do Estado de Sergipe, mas desde 2011 é mantido exclusivamente pela Unit. Atendendo a mais de 400 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, o núcleo é voltado para a educação formal de crianças residentes nas imediações. A prioridade das vagas é para os filhos de famílias que estejam em situação de vulnerabilidade social.

Em virtude da situação de vida em que se encontram as crianças, é necessário estreitar os laços entre a escola e a família, por meio do acompanhamento social do educando e de ações socioeducativas interdisciplinares. Os cursos de Serviço Social, Pedagogia, Psicologia, Nutrição e Odontologia realizam estágio supervisionado no núcleo e desenvolvem diversas atividades em prol das crianças, como projetos voltados para a saúde bucal, cidadania, diferenças, adolescência, ética, entre outros temas de interesse comum.

A presença do Núcleo de Educação na comunidade do Bairro Industrial é muito importante, visto que minimiza o déficit de escolas públicas existentes para esta faixa etária, possibilitando acesso a uma escola gratuita, com ensino formal de qualidade. No núcleo não existe evasão escolar e todo o conteúdo pedagógico e de horas/aula é cumprido rigorosamente. Este são indicadores da qualidade do ensino oferecido a este público e da satisfação e responsabilidade dos pais.

O Centro de Educação funciona no mesmo endereço do Centro de Saúde da Unit – Avenida João Ribeiro, nº 200, bairro Industrial, Aracaju/SE.

Telefone: (79) 3215-5137

PAIMI - Programa de Assistência Integral à Melhor Idade

PAIMI

O Programa de Assistência Integral à Melhor Idade – PAIMI foi implantado, em 1997, pela Universidade Tiradentes, através da Resolução do Consepe nº 006/95, com o objetivo de atender pessoas a partir dos 60 anos. Essa idade é apenas referencial para que todo o trabalho tenha uma posição unânime, porém não se excluem as pessoas com menos de 60 anos (próximo desta idade).

Por ser dirigido à comunidade carente do bairro Farolândia e adjacências, não apresenta ônus para os participantes, tendo como objetivo central propiciar aos idosos o desenvolvimento de suas potencialidades, para que possam assumir seu importante papel na sociedade.

Nesse sentido, as atividades, caracterizadas como uma extensão comunitária da Unit, atualmente atendem cerca de 50 idosos, reunidos durante o 1º e 2º semestres do ano letivo, às segundas, terças e quintas-feiras .

Sob a coordenação geral da professora Zulnara Mendonça Mota são desenvolvidas atividades na área de educação, buscando um aperfeiçoamento cultural, moral, espiritual e intelectual daquele público-alvo. Para colaborar com as ações implementadas, foi implantado, no primeiro semestre de 2003, o setor de Serviço Social, com ações especiais e consonantes com as diretrizes da Política Nacional do Idoso e a valorização da pessoa idosa.

O PAIMI funciona na sala 6 do bloco C, no Campus Aracaju Farolândia da Unit, reservada para o desenvolvimento de diversos tipos de atividades oferecidos pelo, programa como:

  • Palestras acerca de temas sociais
  • Exibição de filmes e documentários, seguido de discussão
  • Vivência Universitária
  • Excursões
  • Visitas culturais
  • Gincanas e festas
  • Atividades de animação e recreação
  • Caminhadas
  • Vacinação
  • Trabalhos em crochê, bordados, pinturas, artesanatos
  • Alimentação alternativa
  • Visitas domiciliares
  • Dinâmicas de grupo
  • Coral

 

Grupo de Dança

Grupo de Dança da Unit

Criado em 28 de fevereiro de 1996, pela Universidade Tiradentes (Unit), o Grupo de Dança visa valorizar as tradições culturais do estado. Nessas mais de duas décadas de existência, o grupo tem cumprido fielmente o objetivo de resgatar, preservar e difundir o folclore e a cultura de Sergipe por meio de pesquisa de campo, transformando a linguagem popular em uma linguagem inovadora, contemporânea e universal.

Na sua rotina de trabalho, o grupo desenvolve estudos sobre diversas técnicas, desde laboratórios corporal e teatral, à pesquisa de campo e ao estudo de ballet clássico. Com sede oficial no Teatro Tiradentes, conta com o apoio da Unit para a montagem dos espetáculos. O grupo possui linguagem própria, repertório diversificado de coreografias e vem ganhando aplausos por onde se apresenta.

Coral Vozes do PAIMI

Este projeto tem como propósito dar continuidade às práticas do Canto Coral para idosas mais de 50 idosas que frequentam as atividades do Programa de Assistência Integral à Melhor Idade (Paimi).  O canto coral, enquanto prática cultural desenvolvida em vários países dos continentes tem um papel preponderante nas vidas das pessoas que o pratica. Entre os benefícios que esta atividade proporciona, podemos destacar os seguintes: melhora da percepção auditiva, da qualidade vocal, da coordenação e da audição. Trata-se de uma atividade terapêutica, pois socializa, traz conhecimentos, torna as pessoas mais sensíveis, eleva a autoestima e ajuda na convivência em grupo. Outro aspecto relevante é que o canto coletivo tem um papel terapêutico. Daí a sua importância para melhorar a qualidade de vida das (os) idosas (os) da comunidade aracajuana em especial das idosas que residem no entorno do bairro Farolândia.

O objetivo do Coral é proporcionar momentos de entretenimento e conhecimento para as (os) idosas (as) que participam do grupo Coral do Paimi. O intuito é inserir, conscientemente, os membros do Coral na atividade, fazendo-os apreender as técnicas: da sua voz, a partir da classificação – soprano, contralto, tenor e baixo; da emissão e projeção – respiração, dicção; dos gêneros musicais – da tradição oral ao erudito; das dinâmicas das apresentações públicas – no interior da Unit, em outras instituições e nos encontros estaduais e nacionais de corais; da participação enquanto sujeitos capazes de produzir cultura através da música – performances.

 

Capela da Unit

A Universidade Tiradentes é uma das raras Instituições que desfrutam do privilégio de possuir no Campus um espaço de oração. Esta é mais uma das ofertas do Campus Aracaju Farolândia da Unit, onde está edificada uma Capela, datada de 1840, período em que o terreno ainda pertencia à família de José Domingues Fontes.

Tradição na região Nordeste, a presença das capelas era fator imprescindível nas propriedades particulares. Nelas, eram celebradas as cerimônias de batizados, casamentos, funerais e até sepultamentos. A existência de uma Capela sob o domínio familiar também representava status e sinônimo de riqueza cultural e fé, requisitos determinantes nas clãs tradicionais.

Foi pensando no resgate desses valores, que a Unit investiu no restauro da sua Capela, conservando a estrutura original, bem como os túmulos, com datas a partir de 1907, localizados no interior do templo.

Funcionando desde a inauguração do Campus Aracaju Farolândia, a Capela realiza durante todo o ano uma vasta programação cultural. A Noite Cultural, a Trezena de Santo Antônio, além de outras festividades em consonância com o calendário litúrgico representam momentos importantes para os fiéis assíduos às suas atividades. No templo, alunos, professores, funcionários da Universidade, e a comunidade do Augusto Franco se reúnem para orações, confraternizações e acompanham de perto o calendário religioso e cultural.

As missas são celebradas todas as segundas-feiras, às 11h, e quartas e quintas-feiras, às 17h. As reuniões com o Grupo de Oração Reaviva acontecem às quintas-feiras, após o ato religioso.

Acesse as redes sociais da Capelinha da Unit e participe.
/capelinhadaunit
/capeladaunit

Dúvidas?

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Política Geral de Extensão

POLÍTICA DE EXTENSÃO NA UNIVERSIDADE TIRADENTES

 Diante do atual contexto marcado por grandes mudanças sociais, políticas e econômicas, as Universidades vivem um momento de muitas incertezas. Faz-se necessário uma profunda reflexão sobre os desafios postos às instituições de ensino superior na busca da qualidade científica, tecnológica e artístico-cultural e em sua interação com a sociedade.

O pensamento deve então estar voltado ao ensino, a pesquisa e a extensão como entes que permitem à universidade cumprir seu objetivo maior de produzir o conhecimento científico e torná-lo acessível à sociedade.

Sob a ótica de popularizar o conhecimento produzido, a extensão passa a ter papel fundamental dentro desse contexto, por ser um dos principais meios que permite ampliar os canais de interlocução com os segmentos externos à universidade e ao mesmo tempo em que o contato com a sociedade retroalimenta o ensino e a pesquisa e a própria extensão, contribuindo para o desenvolvimento de novos conhecimentos científicos.

A extensão universitária integrada ao ensino e à pesquisa é, portanto, parte do fazer acadêmico e um dos lugares do exercício da função social das IES. Nessa dupla dimensão, uma ação extensionista favorece a intensificação e a convergência entre sua vocação técnico-científica, a vocação humanizadora e seu compromisso social.

As políticas de extensão universitária da Unit expressas no PDI propugnam a interação, parceirização e ações proativas com a Sociedade. Entre os princípios da extensão universitária na Unit destacam-se:

– Impacto e transformação: ação transformadora visando atender interesses prioritários emanados pela sociedade, consubstanciados em estratégias de desenvolvimento regional e afirmados através de políticas públicas.

– Interação dialógica: capacidade dos atores em atentar para o diálogo necessário a ser estabelecido entre a Universidade-Sociedade, valorativo da troca de saberes e superador do discurso da hegemonia acadêmica, possibilitando a execução de ações que minorizem as desigualdades e as diversas formas de exclusão.

– Interdisciplinaridade: interação de modelos, conceitos, materiais analíticos e metodologias voltados a estruturar ações de impacto social.

– Fomento à interação ensino-pesquisa/práticas investigativas-extensão: reconhecimento que o conhecimento produzido na academia deve ser apropriado pela Sociedade, assim como também pela comunidade interna da IES, no intuito precípuo da melhoria das suas condições estruturais, materiais e humanas.

A partir destes princípios, na Unit, as atividades extensionistas estabelecem uma relação positivamente transformadora entre a Instituição e a sociedade. Por meio da extensão, os conhecimentos de que a IES é detentora são colocados à serviço da sociedade, recebendo, desta, novos conhecimentos, o que socializa e democratiza o saber, em uma mão dupla.  Ainda, a formação do discente se consolida pela relação ensino e extensão, ou mesmo a extensão em sua articulação com a investigação, o que proporciona aos discentes, experiências profissionais e cidadania, contribuindo para uma atuação humanística e socialmente responsável.

Nesse contexto a Universidade Tiradentes – UNIT considera a Extensão Universitária como um processo acadêmico indispensável a viabilização da relação entre universidade e sociedade, com o objetivo de promover a articulação entre o Ensino e a Pesquisa e o estabelecimento de  uma relação dinâmica e transformadora entre a Instituição universitária e o seu contexto social.

Para tornar tudo isso possível de acontecer, é necessário a promoção de Programas e Atividades de extensão, com a finalidade de consolidar uma formação integral que contemple a articulação entre os aspectos teóricos e práticos, bem como o exercício da cidadania e as experiências para o trabalho, desta forma, desenvolvendo a responsabilidade

social alicerçada a uma visão ética que possibilite a atuação no mundo plural, diverso, complexo e em constante mudança.

Para legitimar a Extensão Universitária como processo indispensável para a formação acadêmica do aluno e a articulação com a sociedade, a Universidade Tiradentes estabelece a Política de Extensão cujas diretrizes objetivam:

a) Institucionalizar a extensão como atividade permanente na IES;

b) Estruturar a extensão a partir de programas e projetos por eixos temáticos norteadores: Artes e Cultura; Empreendedorismo e Tecnologia; Inclusão, Saúde e Cidadania; Educação Socioambiental e Desenvolvimento Sustentável (Programa Conduta Consciente);

c) Considerar, nos Projetos Pedagógicos dos Cursos, as atividades de extensão e promovê-las em todos os cursos de graduação da IES;

d) Favorecer a articulação das atividades de extensão ao ensino e à pesquisa;

e) Propiciar, por meio da extensão, ações interdisciplinares e transversais do conhecimento;

f) Inserir no rol de atividades complementares à formação, a participação em programas e projetos de extensão.

O processo de operacionalização da extensão na Unit ocorre por meio de edital anual. Também na Instituição as atividades extensionistas contam com duas modalidades de participação do discente: bolsas e voluntária. A concessão de bolsas efetiva-se por meio de processo seletivo. Tanto o discente bolsista, quanto o voluntário, devem apresentar relatório das atividades, bem como contar com docente orientador, para os casos das modalidades programas e projetos.

A Coordenação de Extensão se caracteriza como mediadora entre a comunidade acadêmica e as necessidades sociais, estas, podem ser diagnosticadas pelo GGE, pelos diversos setores da IES, bem como pelos parceiros da sociedade civil, representados por órgãos públicos, privados, pelas associações e entidades sem fins lucrativos de forma a promover impactos

sociais, mudanças culturais, tecnológicas e políticas que interfiram positivamente na melhoria da qualidade de vida da comunidade beneficiada.

A Extensão Universitária é gerida pela Coordenação Geral de Extensão encarregada de propor programas e atividades de extensão (projetos, ações, eventos, cursos e prestação de serviços), validar e registrar as propostas, analisar os relatórios e emitir certificados relativos as atividades realizadas; apoiar as unidades promotoras das atividades; divulgar e captar recursos para a realização de atividades extensionistas em geral; firmar parcerias com empresas e órgãos de forma a efetuar ação cooperativa em prol da sociedade; acompanhar os programas e atividades extensionistas institucionais e instituir, supervisionar e operacionalizar as ações do Grupo Gestor de Extensão (GGE).

O Grupo Gestor de Extensão (GGE) é um conselho consultivo e deliberativo dos programas e atividades de extensão, sendo constituído por professores indicados pelos Colegiados de Cursos e designados pela reitoria da universidade, com as funções de efetivar, planejar, desenvolver e acompanhar os programas e as atividades de extensão. Este grupo é constituído por professores das diferentes áreas do conhecimento, procurando contemplar a inter, multi e a transdisciplinaridade da prática extensionistas.

Todo esse processo se materializa por meio da politica de extensão, que é o documento norteador, e do regulamento geral de extensão, além dos normativos e formulários necessários para a elaboração de programas, projetos e relatórios.