V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Saiba como aumentar o foco no ensino a distância

Professora tutora apresenta alguns fatores que impedem o aluno de manter o foco e como resolver

às 12h38
Professora tutora, Érika Costa
Professora tutora, Érika Costa
Compartilhe:

Manter o foco e a disciplina são peças fundamentais para o rendimento de quem estuda na modalidade de Educação a Distância (EAD). Entretanto, checar redes sociais, enviar mensagens, responder e-mail, abrir outras abas do navegador de internet são obstáculos que impedem o aluno de manter esse foco.

Embora a era digital tenha inúmeros recursos tecnológicos, para o campo da educação, ela consiste em ser uma linha tênue entre a otimização e a procrastinação dos estudos. Os alunos que optam pela modalidade EAD, são de um público que vai desde aqueles que estão saindo do ensino médio a aqueles que já estão há alguns anos longe da realidade da sala de aula.

“Temos alguns perfis de alunos que variam entre os que possuem autodisciplina e aqueles que precisam estar mais assistidos e sendo mais cobrados no que diz respeito ao cumprimento dos prazos. Mas, algo que todos possuem em comum é o fato de talvez o boom do EAD tenha vindo de maneira um pouco rápida e tenha pegado nossa sociedade não tão preparada para lidar com a responsabilidade e a seriedade que as ferramentas digitais nos exigem, especialmente quando se trata do campo da educação”, pontuou a professora tutora do polo EAD da Universidade Tiradentes (Unit) em Arapiraca/AL, Érika Costa.

A professora tutora enfatiza que o aluno da Unit possui um vasto leque de possibilidades dentro do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), porém, talvez não o explore da maneira correta, além do AVA também é importante buscar esse foco nos polos de apoio presencial. “O foco pode ser potencializado a partir do momento em que esse aluno se sente pertencente ao curso de forma plena, integral. Penso que ocupar os espaços da universidade, seja para pesquisa, grupos de estudos ou extensão, ainda é o melhor caminho para conectar integralmente esse aluno ao que de fato corresponde ao espírito acadêmico”, orienta a professora tutora.

Muitas vezes, para se organizar, é indicado que o aluno crie um cronograma de estudos, entretanto, Érika acredita que existem outros métodos. “Temos diversos recursos que podem nos auxiliar no processo de aprendizagem, porém, não existe uma única forma correta para estudar e aprender, ratifico sempre que cada um precisa experimentar os recursos disponíveis e verificar com quais deles mais se identifica, pois, o que pode ser eficiente para um pode ser ineficiente para outro. Nesse sentido, explorar as ferramentas que trabalhamos em sala de aula e as que estão disponíveis na internet é uma excelente maneira de descobrir a melhor maneira de aprender”, ressaltou. 

Dicas 

Ou seja, manter o foco e disciplina não é como uma receita de bolo, é preciso estar determinado a mudar. Pensando nisso a professora tutora aborda outras maneiras para alcançar esse êxito, confira:

  • O gerenciamento de tempo é fundamental para qualquer aluno que ingressa no ensino superior, em especial para alunos da EAD, uma vez que a maioria trabalha durante o dia e possui outras atividades diurnas.
  • As disciplinas da Unit são estruturadas de forma muito didática e que induz o aluno a seguir uma sistemática que na maioria dos casos dá muito certo.
  • O fato de as disciplinas se estruturarem em quatro unidades de aprendizagem e quatro semanas para cada disciplina no calendário letivo, já auxilia bastante na organização dos estudos.
  • Reserve uma semana para cada unidade, exemplo: semana 1, estudar os conteúdos da unidade 1, cada unidade possui quatro subitens, se de segunda à sexta fizerem um subitem da primeira unidade, ainda restarão três dias da semana para dedicarem às ações da PAS. 
  • Na terceira semana, a PAS provavelmente estará concluída ou perto de ser concluída, restando mais tempo para a revisão dos conteúdos da prova que, geralmente, é aplicada na quarta semana. 

“Seguindo mais ou menos essa lógica, obviamente que essa não é uma regra engessada, penso que é possível conseguir gerenciar o tempo e não acumular conteúdos, possibilitando, inclusive, a participação em eventos e atividades extracurriculares”, finaliza a professora tutora.

Leia também: Panoramas do EAD: análise e abrangência da metodologia de ensino

Compartilhe: