V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Alunos tiram dúvidas sobre visto estudantil para Estados Unidos


às 22h07
Wesley Xavier pretende cursar mestrado e doutorado no exterior
Compartilhe:

Por Ana Dulce Melo

O processo de expansão internacional da Universidade Tiradentes desperta o interesse dos alunos em aprender em outro País. Para esclarecer dúvidas sobre como funciona o processo de solicitação de visto para estudar nos Estados Unidos e de como é enriquecedor a experiência de mobilidade acadêmica, a Instituição promoveu palestra com representantes do consulado americano nesta quinta-feira (09), no anfiteatro do bloco F, no campus Farolândia.

O evento foi gratuito e voltado para todos os estudantes de graduação e pós-graduação. De acordo com a assessora administrativa da coordenação de Relações Internacionais da Unit, Selen Ive Carneiro, a oportunidade de mobilidade de estudos dos alunos é um diferencial no mercado de trabalho.

“Principalmente depois da inauguração do Instituto Tiradentes, em Boston (EUA), muitos alunos têm tido o interesse de estudar nos Estados Unidos e eles têm muitas dúvidas sobre o visto. Nosso objetivo é esclarecer esses questionamentos e mostrar que a mobilidade no exterior agrega no aprendizado”, disse.

Cristiane Martinelli, assistente consular, e Willian Hope, vice-cônsul, foram os palestrantes da noite. Eles informaram sobre a documentação necessária, taxas e entrevista com o consulado e esclareceram a dúvida mais recorrente entre os interessados: se é possível conciliar trabalho e estudo no exterior.

“Se o visto aceita trabalho é o tipo de dúvida mais comum. É sempre bom trazer informação porque facilita o nosso trabalho. Quem tem mais informação não vai tão nervoso para entrevista, sempre vai com a documentação certa e isso é muito bom para gente, afirmou Cristiane.

Daiana Ferreira cursa o sexto período de Ciências Biológicas soube da palestra pela professora de iniciação científica. Como pretende estudar fora do País, participou da roda de conversa. “Esse tipo de evento facilita nossa vida porque já adiantamos a documentação necessária e esclarecemos dúvidas. Quero não só ir para o campus da Unit em Boston, como estudar um tempo fora, em outros países”.

Estudante do 4° período de Enfermagem, Wesley Xavier de Santana planeja cursar mestrado e doutorado fora do País e já está se informando sobre os processos burocráticos necessários. “Muito bom poder contar com esse apoio da universidade. Quero terminar minha graduação e fazer mestrado ou doutorado fora”.

 

Compartilhe: