V E S T I B U L A R UNIT
MENU

101 anos de Paulo Freire, o patrono da educação brasileira

Há 101 anos, nascia Paulo Freire, o patrono da educação brasileira conhecido pelo método de alfabetização de adultos e que transformou o país

às 12h33
Foto: Instituto Paulo Freire
Foto: Instituto Paulo Freire
Compartilhe:

Há 101 anos, no dia 19 de setembro, nascia Paulo Freire, o patrono da educação brasileira. Mesmo após 27 anos de sua morte, suas ideias seguem vivas e muito atuantes em leituras críticas, dentro e fora da educação, até os dias de hoje.

A professora pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Tiradentes (Unit), doutora Simone Silveira Amorim, comenta a importância de se aprofundar nas obras de Paulo Freire para entender a sociedade, política e educação brasileira.

“É interessante a gente falar sobre Paulo Freire porque muitas pessoas não conhecem o legado dele. Muitas vezes lêem questões apresentadas em postagens pelas redes sociais, mas não lêem as obras com a filosofia teórica da educação que ele desenvolveu”, comenta a doutora Simone. 

A metodologia de Paulo Freire consiste em uma maneira de educar conectada ao cotidiano e às experiências dos estudantes, ligadas à política, especialmente porque Freire trabalhou com a alfabetização de adultos.

“Paulo Freire trabalhou na alfabetização principalmente de adultos para conscientizar politicamente e acabar com o voto de cabresto. Sua filosofia é baseada no aprendiz ativo, onde o professor entende as dificuldades de aprendizado e garante que o aluno absorva o conteúdo. Ele também era bastante crítico aos métodos de ensino em que o professor era tido como o detentor de todo o conhecimento, e o aluno apenas um “depositório”, ele chamava de “educação bancária”, explica a doutora.

Nos muitos registros do trabalho que Paulo Freire desenvolveu com a educação enquanto secretário da Educação de São Paulo, a experiência foi positiva.

“A principal crítica à metodologia do filósofo diz respeito ao fato dele defender a não neutralidade da educação. A metodologia de Paulo Freire é formada para que o professor não fosse essa figura de superioridade na sala de aula, dando espaço para que os alunos pensem por conta própria e reflitam criticamente sobre a realidade, ao invés de aceitar passivamente o que foi falado pelo professor”, aponta.

Paulo Freire

Paulo Freire é visto mundialmente como referência na educação e na qualidade de ensino, sendo homenageado em diversos países. O Centro Paulo Freire na Finlândia é um espaço dedicado à discussão da obra do escritor brasileiro. Há também centros de estudos semelhantes em outros países como África do Sul, Áustria, Alemanha, Holanda, Portugal, Inglaterra, Estados Unidos e Canadá.

Pelo mundo, há diversas instituições de ensino que adotam o método do educador brasileiro. Uma delas é a Revere High School, escola em Massachusetts, nos Estados Unidos, que foi reconhecida como a melhor instituição pública de Ensino Médio do país em 2014 pelo National Center for Urban School Transformation (Centro Nacional pela Transformação do Ensino Urbano) e, em 2016, recebeu o prêmio Schools of Opportunity (Escolas de Oportunidade), do National Education Policy Center (Centro Nacional de Educação Política).

Paulo Freire é o brasileiro que mais recebeu títulos honoris causa pelo mundo. Ao todo, foi homenageado em pelo menos 35 universidades brasileiras e estrangeiras. Além disso, mais de 350 escolas ao redor do mundo levam seu nome.

 

Com informações do Brasil de Fato

 

Leia mais: Coordenador do PPED/Unit é eleito como dirigente do Forpred-NE

Compartilhe: