V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Acessibilidade e inclusão social

Biblioteca Jacinto Uchôa de Mendonça integra Rede de Leitura Inclusiva de Sergipe. Grupo desenvolve ações no âmbito da leitura e inclusão para pessoas com deficiência

às 12h38
Ampliar oportunidades de acesso ao livro e a leitura para pessoas com deficiência. Com este objetivo, a Fundação Dorina Nowill promove a Rede Nacional de Leitura Inclusiva. A organização sem fins lucrativos dedica-se à inclusão social, por meio da produção e distribuição gratuita de livros braille, falados e digitais acessíveis, diretamente para pessoas e para cerca de 2.500 escolas e bibliotecas de todo o Brasil.
As bibliotecárias Maria Eveli Pieruzi e Gislene Dias participaram do evento.
As bibliotecárias Maria Eveli Pieruzi e Gislene Dias participaram do evento.
Abertura do encontro contou com apresentação artística
Abertura do 1º Encontro da Rede de Leitura Inclusiva de Sergipe
Compartilhe:

Em Sergipe, o 1º Encontro da Rede de Leitura Inclusiva foi realizado ontem, 19, na Biblioteca Pública Epifânio Dória. O projeto reúne organizações de diversos setores para discussões e a promoção de iniciativas nos âmbitos da leitura e inclusão. Cada estado atua para o diagnóstico e compartilhamento de ações para garantir o fortalecimento, a atuação e capilaridade regional. A Biblioteca Jacinto Uchôa de Mendonça da Universidade Tiradentes integra a Rede e foi representada no encontro pela bibliotecária e diretora Maria Eveli Pieruzi. A gestora da Biblioteca da Unidade de Itabaiana e do EAD, Gislene Dias também participou do evento.

“A acessibilidade é fundamental na educação e estarmos envolvidos neste processo é muito relevante. A biblioteca inclusiva da Unit possui acervo cedido pela Fundação sendo importante para o aluno para que possamos auxiliá-lo. Cada vez mais, a Unit recebe alunos de diversos tipos de deficiência e precisamos estar preparados para recebê-los. Já possuímos material em braile, software de leitura e uma estrutura equipada para fornecer este suporte”, afirma Eveli.

A abertura contou com apresentações artísticas inclusivas. A programação englobou palestras, exemplos de boas práticas, rodas de Leituras, contação de histórias e  oficinas.

Compartilhe: