V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Advogadas tornam mais acessível o debate sobre os direitos das mulheres

Egressas do curso Direito da Unit do campus Propriá (SE) debatem sobre o direito das mulheres e o mundo digital voltado à disseminação do assunto.

às 19h45
Elas no Direito e a Produção de conteúdo na Internet
Elas no Direito e a Produção de conteúdo na Internet
Egressas do Direito empreendem na rede social
Compartilhe:

Por Stefânia Leal e Raquel Passos

Direito é para mulheres. Afinal, a luta por equidade de gênero permeia diversos espaços na sociedade, e para as advogadas sergipanas Ignacia Cardoso e Thaysa Guimarães o debate não é diferente. A transformação social começa pelo estudo e disseminação de informações que fortalecem a causa e proporcionam o combate à desinformação e ao machismo.

Para tornar mais acessível o debate acerca dos direitos das mulheres, as egressas do curso de Direito da Unit, Ignacia Cardoso e Thaysa Guimarães, criaram o perfil no Instagram chamado ‘Elas no Direito’ (@elasnodireito). É por meio desta conta na rede social que as colegas de profissão e companheiras de batalha produzem conteúdos digitais que ajudam mulheres a entenderem seus próprios direitos. 

A coordenadora do curso de Direito da Universidade Tiradentes, campus Propriá (SE), professora Samyle Regina Oliveira, convidou a dupla para uma live no último dia 8 que aconteceu neste link.

A advogada  Thaysa Guimarães contou que a ideia de falar para mulheres sobre Direito em um perfil de rede social surgiu de modo estratégico, já que ela não conhecia perfis que abordassem o tema da mesma forma. “No início, falar para mulheres foi uma questão de estratégia, porque eu achei que se falássemos para mulheres iríamos nos destacar em meio aos outros perfis juris. Parece, sim, irreal, mas em 2019 não tinha tanta gente como tem hoje falando sobre o direito das mulheres”.

Durante a mediação da live, a professora Samyle Regina chama atenção para o papel de transformação que as advogadas exercem na vida das mulheres que desconheciam alguns dos assuntos abordados no ‘Elas no Direito’. “Vejam só a importância de abordar esses direitos, porque de fato de alguma forma através das redes sociais vocês contribuem com a formação de inúmeras mulheres que sequer tem conhecimento de determinados direitos”, afirma.

As egressas não só produzem conteúdos para auxiliar o entendimento acerca do Direito das mulheres, como produzem conteúdos voltados às alunas de Direito que desejam abordar as temáticas feministas nos TCCs e na vida profissional. Com as mentoras, as jovens advogadas proporcionam transformações de autoras de TCCs em autoridades digitais.

Por experiência própria, a advogada Ignacia Cardoso afirma que estudar e produzir conteúdo sobre o direito das mulheres amplia os horizontes profissionais e agrega conhecimentos em diversas áreas do Direito.

“Criar conteúdo e criar conteúdo voltado aos direitos das mulheres mudou minha visão totalmente. Tanto a minha visão quanto a pessoa que eu estou me tornando profissionalmente, porque eu passei a enxergar melhor e a empregar melhor a questão do direito das mulheres na minha área, já que eu atuo no direito das famílias”, completa Ignacia.

Aproveite para seguir o perfil clicando aqui.

 

Leia mais:

Compartilhe: