V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Aluno do curso de Direito campus Propriá recebe o Prêmio Carlos Ayres Britto

A homenagem criada pela coordenação do curso é um reconhecimento ao discente pelo alto rendimento e desempenho na academia

às 12h45
discente Thyerrí Cruz, vencedor do Prêmio Carlos Ayres Britto 2020.1
discente Thyerrí Cruz, vencedor do Prêmio Carlos Ayres Britto 2020.1
Prof. Msc. Samyle Oliveira, coordenadora curso de Direito campus Propriá
monitor Cícero Alves
Alunos do curso de Direito Campus Propriá
Compartilhe:

A coordenação do curso de Direito da Universidade Tiradentes, campus de Propriá, realizou na noite de quinta-feira, 20, uma ação do Programa de Apoio Pedagógico e Integração com a recepção aos alunos ingressantes na graduação.

A coordenadora Samyle Oliveira, Professora Mestre em Ciência Jurídica apresentou aos discentes o projeto pedagógico do curso (PPC) e aprofundou, pela segunda vez, o projeto Gestão de Aprendizagem. Além disso, expôs programas Institucionais e específicos do curso, a exemplo do NERDs, Congresso de Direito de Propriá, Encontro Acadêmico, “Passei na OAB” entre outros. Acompanhada de outros docentes, esclareceu ainda sobre a Internacionalização, a atuação do setor Unit Carreiras, o Núcleo de Práticas Jurídicas, os Programas de Pós -graduação, Mestrado e Doutorado em Direito, além de apresentar o corpo docente do curso e a composição do Núcleo Docente Estruturante (NDE) e Colegiado.

“Fizemos questão de apresentar todo o corpo docente do curso de Direito da Unit de Propriá para que os calouros saibam que escolhemos profissionais com boa formação e experiência, capazes de associar o conhecimento prático com o teórico”, enfatizou Samyle.

Durante a apresentação dos tópicos pesquisa e extensão, foi anunciada a criação do Prêmio que leva o nome de Carlos Ayres Britto, jurista natural do município de Propriá (SE), de admirável trajetória profissional que assumiu o cargo de ministro do mais elevado órgão do Judiciário, o Supremo Tribunal Federal.

“Nosso objetivo com esse prêmio é incentivar todos os alunos a vencerem as dificuldades e nunca desistirem dos seus sonhos.  O aluno homenageado já publicou artigos jurídicos em revistas com apoio dos professores, apresentou trabalhos em eventos fora do Sergipe e sempre demonstrou bastante engajamento nas atividades do curso.  Nós desejamos homenagear muitos outros estudantes que honram e agarram as oportunidades oferecidas pela Universidade Tiradentes”, disse a coordenadora.

A honraria foi concedida ao aluno do 5º período, Thyerri José Cruz Silva, morador de Itabi, município que fica a cerca de 50 km da Universidade Tiradentes, em Propriá. O estudante apresentou e publicou trabalho no Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades- CONINTER VIII 2019, sobre “Pós-verdade, mídia e as eleições presidenciais brasileiras de 2018, em parceria com o prof. Msc. Edson Paulo Santos Lima. Em janeiro deste ano, teve o trabalho “Competência municipal para tombamento do patrimônio natural”, desenvolvido em parceria com a prof. Dra. Ana Cristina Almeida Santana, aprovado. O resultado do estudo está em processo de publicação no “Cadernos de Graduação – Ciências Humanas e Sociais”. Thyerrí Cruz se dedica agora a projetos nas áreas de Direito Constitucional e Direito Penal.

“Em minha rotina de viagens até a Unit vão surgindo ideias de temas que me despertam interesse de ler e pesquisar. Gosto de temas novos, que ainda não têm uma discussão muito amadurecida, assim eu posso apresentar meu ponto de vista e permitir que pesquisadores também o façam. Isso me oportuniza conhecer novas realidades temáticas e creio que esse é um dos fenômenos que a pesquisa nos proporciona: descobrir mais e se descobrir mais, dentro da descoberta que é a pesquisa. Para o futuro, penso em seguir a carreira docente, com ênfase nos ramos do Direito que, até agora, mais têm me cativado: Direito Constitucional e Eleitoral. Pretendo continuar pesquisando e transformar isso na grande missão, e, ao mesmo tempo, um lazer da minha vida”, confidenciou Thyerrí que teve o nome anunciado pelo reitor da Unit, professor Jouberto Uchôa de Mendonça, em uma mensagem especial exibida durante a solenidade.  

O encontro oportunizou ainda conhecer, na prática, um dos programas institucionais ofertados pela Unit. O relato do aluno do 9º período, José Cícero Correria Alves, expôs a vivência como monitor da disciplina Teoria do Crime, quando teve a oportunidade de interagir com colegas.

“Minha experiência de monitoria me possibilitou olhar e auxiliar colegas fazendo às vezes de professor auxiliar, com o approach de ser um aluno como eles, imerso, como eles, nos estudos. Essa parte da experiência  chamo de experiência de sala ou experiência de interação, em que precisei me colocar no lugar dos estudantes no esforço da revisão para a prova. Paralelo a isso, a monitoria me trouxe a vantagem intelectual do estímulo de buscar conhecer melhor os assuntos para servir aos colegas, simplificando a linguagem e ofertando dicas que pudessem ser vitais na hora da prova. Sou grato à Universidade Tiradentes por me proporcionar “vida acadêmica” para além sala de aula”, revelou Cícero Alves.

“Considero essa troca de experiências entre veteranos e calouros algo fundamental”, completou a coordenadora Samyle.

Ao final do encontro, exemplares da obra “Vida e experiência”, uma biografia do Magnífico Reitor professor Jouberto Uchôa de Mendonça, produzida em parceria com o historiador Luiz Antônio Barreto, imortal da Academia sergipana de Letras, foram sorteados entre os estudantes.

Compartilhe: