V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Alunos de Farmácia fazem estágios na UBS Dr. Roberto Paixão

Na unidade, o trabalho de dispensação de medicamentos é realizado por professores preceptores e discentes do curso de Farmácia

às 11h25
UBS Dr. Roberto Paixão, no bairro 17 de Março.
UBS Dr. Roberto Paixão, no bairro 17 de Março.
A professora Kathlyn Pinheiro, preceptora dos estágios de educação, saúde e atenção básica do curso de Farmácia.
O aluno Jheyson Rocha, do quarto período de Farmácia.
O estudante de Farmácia Bernardo Luiz Rocha.
Compartilhe:

O profissional formado em Farmácia pode atuar em mais de 70 áreas, entre elas, a dispensação de medicamentos. Por isso, estudantes do curso da Universidade Tiradentes (Unit) realizam estágios na área para orientar a população do bairro 17 de Março, na UBS Dr. Roberto Paixão.

A professora Kathlyn Pinheiro, preceptora dos estágios de educação, saúde e atenção básica do curso de Farmácia, relatou que a comunidade do bairro tinha pouca informação sobre o uso de remédios. “Nós nos deparamos com uma população carente em relação à informação. Então, quando iniciamos, o foco foi atendê-la, passando orientações a respeito da utilização dos medicamentos e, em conjunto, fizemos a organização da farmácia”, explicou.

Os estudantes de Farmácia começam a atuar na UBS Dr. Roberto Paixão nos estágios de Educação e Saúde voltados para a dispensação de medicamentos. “Alguns pacientes tinham dificuldade para utilizar medicamentos. Identificamos erros na questão de horário, comprimido que era para mastigar, por exemplo, o paciente não sabia que era para mastigar… Então, no momento da dispensação, que é atribuição do farmacêutico, passamos as orientações para esse paciente”, explicou a preceptora.

Além do trabalho de conscientização da comunidade, a chegada dos estudantes e docentes do curso na unidade de saúde também ajudou na organização da estrutura física e fluxo da farmácia. Todos os medicamentos disponíveis foram alocados nas prateleiras e organizados por nome e ordem alfabética, facilitando o acesso do farmacêutico quando necessário.

Segundo a professora Kathlyn, a experiência na UBS é transformadora para os alunos. “Esse estágio é o primeiro contato que eles têm com o Sistema Único de Saúde. Eles conseguem colocar em prática tudo que veem na teoria na universidade. Costumo dizer que o aluno entra nesse estágio de uma forma e sai totalmente diferente. Quando ele entra, tem uma visão, e quando sai, tem uma visão mais ampla”, comentou.

Para o estudante de Farmácia Bernardo Luiz Rocha, o estágio na unidade Dr. Roberto Paixão proporciona conhecimento. “Dentre outras atividades, o estágio nos ajuda a conhecer a situação real da saúde pública no Brasil. É uma experiência interessante, na qual temos o conhecimento físico de como o SUS funciona e de como lidar com pessoas e seus problemas”, considerou.

O contato com a comunidade ajuda na comunicação e timidez de muitos discentes. Segundo o aluno Jheyson Rocha, do quarto período de Farmácia, aos poucos eles vão se acostumando. “No início, eu achei que seria bem difícil, mas com o passar do tempo fui aprendendo. Eu acredito que o estágio é muito importante para nossa formação, porque ele gera muito conhecimento, e será bem importante no decorrer da nossa carreira”, concluiu.

 

Leia também: Estudante de Farmácia participa de projeto para produção de biodiesel

Compartilhe: