V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Antropólogo de Cambridge fala sobre Educação e Inovação na Sempesq


às 23h20
Com linguagem simples, o Doutor James fala sobre a internacionalização do conhecimento
Com linguagem simples, o Doutor James fala sobre a internacionalização do conhecimento
Professores e alunos participam ativamente da palestra
Compartilhe:
Com linguagem simples, o Doutor James fala sobre a internacionalização do conhecimento

Com linguagem simples, doutor James fala sobre a internacionalização do conhecimento

Inovação e Educação para o século XXI é o tema da palestra que o professor doutor e antropólogo americano do Cambridge Institute for Brazilian Students James Paul Ito-Alder proferiu na tarde dessa quarta-feira, 29, no Anfiteatro do Bloco F no Campus Farolândia para a comunidade universitária que participa da 16ª Sempesq.

Dono de ampla experiência adquirida ao longo dos anos em que percorreu diversos países, inclusive o Brasil, aprofundando seus estudos acerca da relação ensino-aprendizagem, o conferencista começou sua fala induzindo o público a pensar sobre um exemplo que considera simples. “Vocês conhecem as portas da maioria das casas dos municípios do Nordeste? Elas são divididas ao meio. O professor pode chegar, bater na porta e abrir a parte de cima permitindo que o aluno veja o que está do outro lado. Mas, cabe ao aluno abrir a parte de baixo para poder sair e adquirir conhecimentos. Porém, se quiser ultrapassar, é o aluno quem terá de abrir a parte de baixo da porta”. O exemplo, figurativo, revela o raciocínio do palestrante em afirmar que hoje em dia ninguém consegue viver somente em sua aldeia. “É necessário transpor barreiras, inovar os

Professores e alunos participam ativamente da palestra

Professores e alunos participam ativamente da palestra

conhecimentos”, salienta o brasilianista como ele mesmo se denomina ao lembrar que passou cinco anos entrevistando brasileiros, chilenos e argentinos no intuito de ganhar uma bolsa de estudos Fulbright (trata-se de um prestigioso programa de pós-graduação do governo americano para o mundo), e a partir daí, mergulhar no mundo acadêmico de educação superior. Após os primeiros anos residindo num bairro pobre em Recife e numa colônia japonesa em São Paulo, onde teve oportunidade de centralizar suas pesquisas, o doutor James percebeu que havia descoberto experiências ricas, porém, não acadêmicas. “Aos poucos, fui descobrindo que o intercâmbio acadêmico é o que há de mais importante para os estudantes” diz o palestrante que preside nos Estados Unidos o Cambridge Institute for Brazilian Studies. Trata-se de uma ONG localizada em Harvard que mantém convênio com a Unit com o objetivo de implantar estudos brasileiros nos Estados Unidos e estudos americanos no Brasil.

Sempesq_Palestra-James-Paul_29102014_003

Professor Matheus Batalha Moreira Nery

Para o professor Matheus Batalha Moreira Nery, coordenador de Relações Internacionais da Unit, a presença do doutor James representa um momento especial, já que sua coordenação promove o workshop específico para os coordenadores de cursos e para a gestão da universidade. “Trata-se de uma pessoa com ampla experiência internacional, que conhece os problemas e soluções das universidades mais conceituadas”, salienta o professor Matheus lembrando que durante a conferência o doutor James pode compartilhar suas experiências. “Estamos em via de implantação nos Estados Unidos dentro do projeto de internacionalização e um dos pilares é desenvolver dentro da Unit uma cultura de pensar internacionalmente”, acrescenta o coordenador de Relações Internacionais.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: