V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Começa a 3ª Jornada de Estética da Unit


às 22h56
A coordenadora, professora Andréa e o palestrante, professor Jones Agne
A coordenadora, professora Andréa e o palestrante, professor Jones Agne
A esteticista e cirurgiã plástica Izabel Cristina Brazão Froz discutiu o tema Marketing em Estética com alunos
Alunos acompanham abertura da 3ª Jornada de Estética da Unit
O coordenador de Extensão, Gilton Kennedy Souza Fraga, na 3ª Jornada de Estética da Unit
Compartilhe:

A esteticista na era tecnológica é o tema que mobiliza professores e alunos da Unit no Auditório Padre Melo na noite desta segunda-feira, 17, momento em que é aberta oficialmente a programação do evento que tem por objetivo comemorar o Dia da Esteticista, que passou do dia 20 de novembro para o mês de janeiro, por conta do reconhecimento da profissão.

Satisfeita com a receptividade dos alunos, a coordenadora do curso, professora Andréa Vasconcelos, afirma que o tema da jornada procura aproximar os alunos dos novos conceitos empreendidos pelos profissionais da Estética. Nesse sentido, um dos palestrantes de abertura, o professor e Fisioterapeuta do Rio Grande do Sul, Jones Agne, usou o espaço que lhe foi concedido para abordar o tema que motivou a realização da jornada.

Por sua vez, a esteticista e cirurgiã plástica Izabel Cristina Brazão Froz trouxe para discutir com os alunos o tema Marketing em Estética. Segundo ela, a falta de sucesso no projeto individual muitas vezes decorre da falta de objetivos de quem o idealizou.  “Quando estudamos, aprendemos como fazer, e não, como chegar ao sucesso. Por isso, está mais propenso a alcançar o sucesso que sabe planejar”, pondera a palestrante.

O coordenador de Extensão da Unit, professor Gilton Kennedy Souza Fraga, reputa a 3ª Jornada de Estética como mais um momento de relevância para os futuros profissionais. “Apesar de ser novo na universidade, o curso tem demonstrado ser bastante amplo mediante a sua diversificação de possibilidades em instruir o aluno para que ele aperfeiçoe cada vez mais as técnicas”, lembra Kennedy afirmando que essa aplicabilidade pode resultar em algo que transforme o acadêmico num profissional cada vez mais requisitado pelo mercado.

Foto – Marcelo Freitas

Compartilhe: