V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Começa o período de reabertura de matrículas na Unit


às 19h28
Compartilhe:

IMG_9195-copiaPara quem não gosta e não quer perder oportunidades, é chegada a hora de retomar os estudos

Às vésperas de cada início de semestre letivo, a Universidade Tiradentes renova o convite aos alunos que por algum motivo tiveram de interromper seus estudos a fim de que eles possam fazer a reabertura de matrícula. Trata-se de uma ação de rotina, mas, que revela sempre a preocupação da instituição em oferecer a estes alunos o diferencial na qualidade do ensino com vantagens como a isenção na taxa de matrícula, e facilidades de financiamento por exemplos.

“Um estande foi montado no foyer da Reitoria, do Campus Farolândia para atender aos interessados no período de 16 a 22, das 8 às 20 horas”, afirma a gerente do Departamento de Assuntos Acadêmicos, Ângela Sanches. Ela lembra que esse é o momento ideal para a retomada dos estudos daqueles que necessitaram se ausentar da instituição, ou mesmo de quem pretende vir estudar na Unit. “O estande é um local que foi especialmente preparado para que nossos colaboradores e colaboradores do Departamento Financeiro possam prestar todos os esclarecimentos ao aluno”, reforça a assessora acadêmica Fernanda Melo.

O aluno que tenha trancado matrícula ou mesmo abandonado e, nesse caso, regularizado sua pendência financeira ou acadêmica, ao pedir a reabertura de matrícula ganha isenção da primeira mensalidade. As vantagens valem também para o aluno que não se adaptou ao curso, mas pretende retomar suas atividades estudantis. Basta que ele solicite a reabertura da matrícula com a opção para qualquer um dos cursos do seu interesse, ficando isento da primeira mensalidade e da taxa de transferência interna.  Todas essas vantagens valem também para os alunos que desejem mudar a modalidade do ensino que frequenta. “Se o aluno trancou um curso na modalidade EAD por não estar se adaptando devido a fatores diversos, ele pode procurar o estande e solicitar a reabertura de matrícula com a transferência interna para um curso presencial e vice-versa”, lembra Ângela Sanches.

Compartilhe: