V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Conheça os benefícios que a musculação pode trazer para sua vida

A musculação promove desenvolvimento dos músculos, melhora o condicionamento físico, resistência muscular, acelerar o metabolismo.

às 19h59
Compartilhe:

A musculação é uma atividade física de força em que são utilizados equipamentos, como barras, polias e halteres. A combinação dos exercícios é um aliado para quem deseja perder gordura, aceleração do metabolismo, além de promover o ganho de massa muscular e a sensação de bem-estar.

De acordo com o professor do curso de Educação Física da Universidade Tiradentes (Unit), professor doutor João Eliakim, a musculação é uma das modalidades de exercício físico capaz de contribuir para uma vida mais saudável. “Diferente de outras modalidades, ela permite alguns benefícios de grande importância como aumento da massa muscular e ajuda a manter e combater a sua perda, promove aumento da densidade mineral óssea, pode diminuir o risco de osteoporose, aumento da força e resistência muscular”. 

Além dos benefícios citados pelo professor doutor da Unit, a musculação também pode contribuir para a diminuição da gordura corporal, pressão arterial, colesterol, regulação da glicose no sangue e diminuição do estresse. O ideal para uma melhor qualidade de vida é que a prática da musculação venha acompanhada com uma alimentação saudável para promover melhores resultados para a saúde.

Para que seja possível alcançar o máximo de benefícios da musculação, é importante que, antes de começar a praticar, seja realizado uma avaliação física e de saúde. Também é indicado que os primeiros treinos sejam feitos sob orientação de um profissional de educação física, para garantir que os movimentos estão sendo realizados corretamente para que seja possível prevenir lesões.

No campus Farolândia da Unit, por meio do programa Unit Esportes, é possível realizar musculação na academia aberta para alunos, egressos e colaboradores, e a mensalidade varia de R$50 a R$60. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 6h às 10h; e das 16h às 21h, no campus Farolândia. Para a prática, é preciso fazer inscrição via Magister

Dicas para iniciantes

O professor doutor João Eliakim deu algumas dicas para quem deseja iniciar no esporte. Importante ressaltar que qualquer que seja o seu objetivo, antes de começar a fazer musculação, é necessário buscar a orientação de um médico para que ele verifique o seu quadro de saúde. Com a avaliação médica em mãos, o próximo passo é procurar um profissional de Educação Física para que seja realizado uma avaliação física, que vai permitir que seja coletado dados importantes em relação ao condicionamento físico e biótipo. Esses dados são importantes para prescrever o treinamento utilizando cargas adequadas em relação às características da pessoa, bem como acompanhar a evolução do aluno.

Outro ponto importante é manter os dias de treinos da musculação sempre no mesmo horário, pois é uma estratégia interessante para tentar criar uma rotina. Mas se não conseguir, o ideal é treinar no horário que puder. Caso a musculação esteja desestimulante procure um parceiro de treino, para ajudar quando lhe faltar incentivo. 

A continuidade na musculação ao longo do tempo é primordial para que o organismo se adapte de forma progressivamente aos estímulos que são gerados através da musculação. Isso vai permitir que o aluno tenha resultados bem significativos tanto nos aspectos fisiológicos quanto nos aspectos psicológicos.

Quando se deve começar a praticar a musculação?

Ainda de acordo com o professor João, crianças a partir dos 6 anos já podem iniciar na musculação, visto que, o exercício se mostra seguro e eficiente tanto para crianças quanto para adolescentes, desde que seja devidamente prescrita, sistematizada e orientada de perto por um profissional de educação física. “A musculação deve ser iniciada com cargas baixas, outra recomendação é que a musculação seja uma forma de complementar a atividade física da criança, sem substituir às suas atividades normais”, explicou.

Contraindicações 

O professor doutor João Eliakim explicou que as contraindicações para a realização da musculação são poucas, porém, importante tomar cuidado com pessoas que possuem alguma comorbidade como: angina instável, hipertensão não controlada (pressão arterial sistólica ≥160 mm Hg e/ou pressão arterial diastólica ≥100 mm Hg), arritmias não controladas, história recente de insuficiência cardíaca congestiva que não foi avaliada e tratada com eficácia, cardiomiopatia hipertrófica, glicose sanguínea acima de > 300 mg, problemas musculoesquelético grave.

 

Leia também: Unit Esportes incentiva a prática esportiva e beneficia alunos e colaboradores

Compartilhe: