V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Curso de especialização habilita profissionais da área médica para cirurgia minimamente invasiva


às 18h40
A médica Sônia Lima detalha a grade do curso
A médica Sônia Lima detalha a grade do curso
A fala do médico Marcelo Loureiro
O professor Paulo Eduardo fala sobre a importância do curso
Compartilhe:

Ofertado para profissionais médicos (especialistas ou residentes em cirurgia geral) e instrumentadores cirúrgicos, o curso de Cirurgia Minimamente Invasiva teve relevante sucesso na primeira turma, motivo pelo qual amplia seu leque de oferta a partir dessa segunda turma para ginecologistas e residentes nessa especialidade.

Realizado em parceria com o Instituto Jacques Perissat, o curso terá uma carga horária de 360 horas e foi apresentado à comunidade médica na noite dessa quinta-feira, 6, pela coordenadora e médica Sônia Oliveira Lima. Durante a reunião de apresentação do curso, os convidados interagiram por videoconferência com o médico curitibano Marcelo de Paula Loureiro.

Especializado em Cirurgia Laparoscópica pela Universidade de Bordeaux II e mestre em Princípios da Cirurgia pela FEMPAR, o doutor Marcelo é Coordenador Geral da Pós-graduação em Cirurgia Minimamente Invasiva do Instituto Jacques Perissat – Universidade Positivo desde 2005.

“É um curso 80% prático. As aulas teóricas e de cirurgia experimental acontecem às sextas-feiras à noite aqui na Unit. Já as aulas práticas, cuja aplicabilidade das cirurgias ocorrem em humanos, acontecem no Hospital Santa Isabel”, explica Sônia Lima.

A médica lembra que o Hospital é um importante parceiro da Unit mediante a contribuição dada para a realização do curso. Ela acrescenta que o Estado de Sergipe foi escolhido como o polo representativo nas regiões norte e nordeste para a oferta do curso que visa habilitar profissionais para uma técnica cirúrgica considerada padrão ouro, proporcionando assim um melhor atendimento à sociedade na cirurgia geral e ginecológica.

O coordenador da Pós-gradução Lato Sensu, professor Paulo Eduardo Silva Martins considera importante a realização do curso para o aprimoramento de técnicas específicas como é a da cirurgia minimamente invasiva.

Propostas financeiras que objetivam facilitar a vida orçamentária dos profissionais que tenham interesse em custear os estudos foram apresentadas por empresas de crédito estudantil. Maria Elza Sampaio Martins de Souza, gerente geral da agência Santander situada na Unit destaca que a credibilidade da instituição está no fato de que a mobilidade social só ocorre através do conhecimento. “Quanto mais a pessoa se especializa, mais a sociedade ganha”, opina Elza, disponibilizando um leque de opções que visam facilitar para o aluno do curso no quesito investimento.

Com o mesmo propósito de oferecer as melhores condições para que os alunos possam cursar sem se preocupar com as despesas de custeio, a promotora de vendas do PRAVALER, Egda Machado de Melo diz que o crédito estudantil está disponibilizado por meio do site, além de atendimento presencial, numa das salas situadas no prédio da Reitoria.

Compartilhe: