V E S T I B U L A R UNIT
MENU

De aluna à tutora


às 20h16
Naíza, durante a solenidade de formatura
Naíza, durante a solenidade de formatura
Compartilhe:
Naíza, durante a solenidade de formatura

Naíza, durante a solenidade de formatura

Egressa da primeira turma do curso de Serviço Social na modalidade EAD, Naíza Rodrigues Alves assume o cargo de professora tutora no polo de Monte Alegre

Aluna dedicada e referência para o tipo de modalidade de ensino que vem a cada dia conquistando novos alunos, a montealegrense Naíza é dessas pessoas que investem todas as fichas naquilo em que acredita. O resultado não poderia ser outro, senão, o aproveitamento imediato das suas habilidades por parte da instituição que a acolheu como aluna a partir do primeiro semestre de 2010. Nessa entrevista ela fala sobre a trajetória e o que representa esse novo desavio em sua vida.

Serviço Social é sua primeira graduação?
Sim, é a minha primeira graduação.

Porque optou pela modalidade EAD?
Desconhecia a modalidade EAD até o último ano do Ensino Médio. Fui aproximada a ela através de pessoas que já conheciam e a indicavam. Percebi também que o curso no qual mais me identificava estava sendo ofertado aqui em Monte Alegre, então resolvi prestar o vestibular.

Qual o seu olhar para essa modalidade de ensino?
Atualmente muitas pessoas apresentam resistência ao método e até preconceito, sem perceber a importância da implantação e expansão desta modalidade. Acredito que fui aproximada à modalidade e ao curso pelo “destino”, pelas oportunidades que me foram disponibilizadas. Conclui o curso por compreender os métodos da modalidade, por me identificar, adaptar e observar que através dele minhas pretensões seriam alcançadas.

Que avaliação você faz do curso?
Serviço Social me proporcionou várias e importantes oportunidades para a busca e construção do conhecimento, para a formação da identidade profissional, além da estreita aproximação com a prática ainda durante o desenvolvimento do curso. Dentre as oportunidades estavam projetos de extensão, grupos de estudos, monitoria de disciplinas e participação em eventos científicos, que contribuíram para que me aproximasse e identificasse com a profissão e o exercício profissional e me incentivassem a continuar e concluir o curso. Os cursos EAD proporcionam a autonomia do estudante, no sentido de que ele e somente ele é dono do seu próprio conhecimento e foi isso que me aproximou do curso.

Como surgiu a oportunidade para você ingressar na instituição como tutora?
Descobri que tenho afinidade com a profissão de Professor Tutor. Então, quando soube da abertura do processo seletivo para o cargo na instituição, não hesitei em participar.

Quais funções são atribuídas a um tutor?
Apoiamos o professor da disciplina nas atividades educacionais no Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA; participamos das atividades e dos processos de avaliação, acompanhando o desempenho das ações desenvolvidas pelos alunos; favorecemos a interação entre os atores do processo de ensino-aprendizagem sejam professores, tutores, alunos, coordenadores e gestores, além de instruirmos os alunos sobre a metodologia do ensino.

O Tutor na Universidade Tiradentes é de suma importância no ensino à distância, pois é, principalmente, o interlocutor, mediador da relação entre o professor e o aluno e o orientador no processo de ensino-aprendizagem, trabalhando em contato direto com o aluno.

Conhecendo a realidade do seu curso e hoje na condição de tutora, o que você considera importante passar para os alunos?
Acredito que todo o arcabouço teórico adquirido ao longo do desenvolvimento do curso é de relevância. Considero também as oportunidades que a universidade oferece aos estudantes para a construção do perfil profissional e aproximação com a prática de grande importância para que tanto os estudantes, quanto a instituição, alcancem seus anseios e objetivos.

Quais são suas aspirações diante do que oferece a instituição?
Diante da aproximação que tive e agora com o exercício profissional, pretendo continuar na modalidade EAD, qualificar-me e adentrar ao quadro de professores de disciplinas.

Compartilhe: