V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Docentes apresentam resultados de Pós-Doutoramento

Seminário reúne pesquisadores e professores de diversas instituições de Ensino e Pesquisa de Sergipe

às 21h29
Compartilhe:
Docentes dos Programa de Pós-Graduação da Unit apresentam resultados de pós-doutoramento

Docentes dos Programas de Pós-Graduação da Unit apresentam resultados de pós-doutoramento

Divulgar os resultados dos estágios de Pós-Doutoramento dos professores do Stricto Sensu da Universidade Tiradentes. Este foi o objetivo do primeiro Seminário de Acompanhamento dos Programas de Pós-Doutoramento organizado pela Diretoria de Pesquisa e Extensão da Unit. Realizado nesta sexta-feira, 6 de setembro, o seminário reuniu alunos de iniciação científica; mestrado, doutorado e de especialização; professores e pesquisadores da Universidade; Instituto de Tecnologia e Pesquisa – ITP; Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe – Fapitec; Sergipe Parque Tecnológico – Sergipe Tec; dentre outras instituições de Ensino e Pesquisa.

O Programa de Pós-Doutoramento foi criado em 2009 e já possibilitou a realização de 13 estágios pós-doutoral em universidades do Brasil, Portugal, Espanha, Estados Unidos e México. Segundo o diretor-presidente do SergipeTec, Marcos Wandir Nery Lobão, o interesse é gerar conhecimento. “No Sergipe Tec, estamos interessados em tornar conhecimento em negócio, gastar dinheiro com pesquisas para gerar conhecimento. A Fapitec está colocando editais, fazendo parcerias, trabalho nacional e ações internacionais. O Estado tem um marco regulatório em relação a inovação e precisa avançar ”, acredita Marcos Wandir.

Durante o seminário, a professora do Programa de Saúde e Ambiente, Dr.ª Verônica de Lourdes Sierpe Jeraldo, do Programa em Educação, Dr. Ronaldo Linhares, e do Programa de Engenharia de Processos, Dr. Álvaro Silva Lima, apresentaram os resultados dos estágios. Para o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos, e um dos primeiros a integrar o programa, o trabalho foi satisfatório.

“Aumentamos a produção científica, a possibilidade de fazer convênio com a Universidade de Aveiro e o Instituto Tecnológico Agrário e Alimentar (Itagra), além da mobilização de docentes e discentes entre as instituições”, pontua o coordenador. Ele acredita que com os resultados será possível ampliar as ações do PEP. “Os resultados foram além do que esperávamos. O nível da internacionalização que chegamos é extremamente alto. A expectativa agora é a dupla titulação, a manutenção da parceria e a busca pela melhoria da participação”, afirma. O docente também apresentou durante o evento, conferência sobre “Aplicação de líquidos iônicos na purificação de enzimas lipolíticas”, um dos eixos de sua pesquisa desenvolvida na Universidade de Aveiro, em Portugal.

 

OUTROS PROJETOS

Os docentes da Unit que realizaram seus estágios de Pós-Doutoramento, além do apoio institucional, receberam bolsas da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Atualmente dois estágios estão em andamento com as professoras do Mestrado em Saúde e Ambiente Dr.ª Marlizete Maldonato e do Programa de Pós-Graduação em Educação, Dr.ª Fabricia Borges.

Marcos Wandir: "No Sergipe Tec estamos interessados gastar dinheiro com pesquisas para gerar conhecimento"

Para Marcos Wandir, o interesse é investir em pesquisas e gerar conhecimento

“O seminário é um momento especial porque é a prestação de contas não apenas da verba aplicada pela instituição, mas da verba pública. O programa de pós-doutoramento é uma das políticas da Unit com o objetivo de qualificar mais os nossos docentes para que eles possam oferecer o melhor em ensino para os nossos alunos. Também é uma ação estratégica de maior aproximação com os órgãos públicos e das agências que fomentam pesquisas no País”, ressalta a diretora de Pesquisa e Extensão da Unit, Ester Fragas Vilas-Bôas.

PARCERIAS

As várias ações em pesquisas desenvolvidas pela Universidade Tiradentes têm atraído representantes de diversos setores. O assessor Técnico da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social de Sergipe (Seides) Carlos Adriano de Almeida, aproveitou a ocasião para sondar possíveis parcerias em pesquisas. “O primeiro ganho com este seminário é a divulgação da capacidade técnica da instituição e do Estado desenvolver pesquisa. É enxergar a qualidade desses profissionais. E isso mostra como temos avançado na área acadêmica. Ficamos muito contentes, principalmente, neste momento, quando estamos à procura de parceiros para desenvolvimento de pesquisas nas áreas da juventude, criança vítima de violência, pessoas sob abuso ou risco para uso de drogas, pessoas com deficiência física. Procuramos investimentos e fiquei satisfeito com o que eu vi”, pontua.

Fotos: Marcelo Freitas

Compartilhe: