V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Donativos são entregues por acadêmicos de Direito ao Lar de Zizi


às 22h29
Os donativos chegam ao Lar de Zizi pelas mãos dos alunos
Os donativos chegam ao Lar de Zizi pelas mãos dos alunos
O professor Ronaldo Marinho lidera a entrega
Após a entrega, a pose dos doadores em companhia da diretora pedagógica
Reunidas, as crianças agradecem pelo gesto
Compartilhe:

O Lar de Zizi recebeu na tarde dessa segunda-feira, 29 cerca de 400 quilos de alimentos e uma quantia significativa em espécie. O resultado da campanha foi entregue pelo professor Ronaldo Marinho e alunos de Direito da Farolândia que se mobilizaram na promoção do gesto altruísta. Foram entregues à instituição parte dos alimentos e valores em espécie arrecadados durante a exibição do filme Almir do Picolé.

A escolha para a partilha da arrecadação entre as duas instituições beneficentes se deu em razão das dificuldades enfrentadas pelo Lar de Zizi, entidade criada há 58 anos e que atualmente abriga 72 crianças entre três e cindo anos em regime integral.

Para a coordenadora pedagógica da instituição filantrópica, professora Ivanilde Moreira a instituição que está localizada no Bairro Luzia enfrenta dificuldades, porém, conta com a solidariedade da população e de grupos como o que foi formado pelos acadêmicos de Direito.

“Toda doação é bem-vinda e em razão da campanha intensificada pelas mídias sociais inúmeras pessoas se manifestaram interessadas em nos ajudar”, relata Ivanilde que aproveitou a oportunidade para agradecer o gesto dos alunos que, motivados pelo professor Ronaldo Marinho, não mediram esforços para colaborar.

“Estamos muito felizes com a mobilização dos nossos estudantes e pelo apoio institucional recebido para essa iniciativa. Esse apoio foi fundamental que pudéssemos estar aqui hoje entregando esses alimentos junto com o dinheiro arrecadado”, conta o professor Ronaldo.

Jéssica Gabriela é uma das alunas que acompanhou todo o processo desde o início da campanha. Durante a entrega da parte que coube ao Lar de Zizi ela mais uma vez se posicionou solidária à nobre causa que é dar um pouco daquilo que se tem a quem mais precisa.

“Além de me sentir recompensada em poder ajudar, aprendi com o gesto de Almir que concordou em dividir o que arrecadamos para a sua creche. É uma lição muito importante que só gestos desse tipo nos ensinam”, conclui.

Compartilhe: