V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Bito, o bode mais famoso do Brasil, é de Sergipe

Figura ilustre em eventos locais, procissões e enterros, ganhou notoriedade e até um monumento na entrada de Riachão do Dantas. 

às 17h59
Compartilhe:

Você já imaginou chegar em uma cidade e ter como primeiro anfitrião um bode? A cidade de Riachão do Dantas, município no centro sul de Sergipe, coleciona muitas dessas histórias. A maior celebridade da região, além de ser muito popular, costumava ser bastante cordial com quem ia visitá-lo. Isso porque o bode Bito ganhou fama e popularidade em todo o Brasil.

O caprino, que foi aquisição do morador de Riachão, Júlio Araújo, estava destinado ao  abate, quando o dono percebeu que aquele era um animal diferente. Bito era um ser social e sempre metido em uma aglomeração. Para além do curral, o bode se tornou um animal de estimação da cidade.

A história desse personagem ilustre do município não parou por aí. Além de ser figurinha carimbada pela cidade, tinha curiosidades peculiares como a participação em eventos, procissões, desfiles e enterros. Assistir às missas e acompanhar velórios também faziam parte das atividades rotineiras.

Os moradores contam que outra curiosidade era que o bode era afeito à estrela, coadjuvante dos eventos. Tinha que estar à frente de todos os cortejos e eventos e, caso isso não acontecesse, o bode colocava, literalmente, o povo para correr.

Mas, nem todos os dias foram de glória para Bito. Após uma decisão de uma juíza de direito de retirar todos os animais da rua, o bode ficou preso por três dias. Ficou acabrunhado e de tão triste nem se alimentava. Com a decisão revogada, Bito ganhou liberdade e voltou às ruas do município sergipano.

Diante de tantas histórias e popularidade com grande repercussão nacional, sendo protagonista de matérias em importantes telejornais, Bito morreu em 2007, aos 18 anos. Para eternizar as memórias, o bode também foi a estrela principal no documentário “Deu Bode”, produzido por Maria de Fátima Fontes de Góes. Além disso, também foi criado um evento em sua homenagem “A festa do Bode” e produzida uma estátua na entrada da cidade para saudar os visitantes.

 

Leia também:

Capela da Unit: marco histórico para o bairro Farolândia

Compartilhe: