V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Educação: como o ensino superior transforma vidas e contribui para inserção no mercado de trabalho

Em meio aos desafios, José Reinaldo Oliveira, biomédico formado pela Unit, conta como a trajetória durante sua formação proporcionou a concretização de sonhos

às 11h43
Compartilhe:

Investir na formação acadêmica, em qualquer área de conhecimento, é o primeiro passo para se destacar no mercado de trabalho. A graduação apresenta um universo de possibilidades e cada vez mais tem buscado profissionais com grandes diferenciais, habilidades e técnicas que façam a diferença. 

Para se ter uma ideia da transformação que o ensino superior pode proporcionar, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um profissional com diploma no Brasil pode chegar a ganhar 2,5 vezes a mais do que uma pessoa que tenha concluído apenas o ensino médio.

“O nível superior demonstra ao empregador o quanto você está apto a exercer determinada atividade. E se essa for sua principal área de interesse, com a prática e mente aberta ao novo, as chances de desenvolver outras habilidades aumentam. Assim, aos poucos, sua carreira vai ganhando forma”, salienta a gerente do Unit Carreiras, professora Janaína Machado.

Casos como o de José Reinaldo Oliveira, biomédico formado pela Universidade Tiradentes. Em meio a dificuldades financeiras e com muita força de vontade, José conseguiu ingressar no ensino superior por meio do Programa Universidade Para Todos (ProUni). O programa promove o acesso a universidades particulares brasileiras para estudantes de baixa renda que tenham estudado o ensino médio exclusivamente em escola pública ou ter sido bolsista em escola particular. A cada semestre, a Universidade Tiradentes oferta centenas de vagas para bolsas de estudos integrais para os candidatos. 

A inspiração para trilhar novos caminhos veio da própria casa. José é o primeiro membro da família a concluir uma graduação. “Tenho maior orgulho dos meus pais que foram incansáveis e peças fundamentais para eu galgar a minha trajetória. Eles não possuem nenhuma formação, e com a oportunidade que tive após ser selecionado pelo Prouni vi a chance de tudo mudar para mim e para minha família”, declara José. O egresso residia no município de Poço Verde, município sergipano.

O biomédico enfrentou muitas barreiras. “Passei por momentos que quase me fizeram desistir. Muitos outros me fizeram levantar a cabeça para ser o autor dos meus dias e escrever a minha própria história. Vendia água e salgados para ter renda, contribuir com as despesas de casa, pois morava com uma tia, e seguir com o meu sonho. Nos horários que tinha, estudava o máximo que podia, pois na primeira oportunidade que aparecesse eu estaria preparado”, comenta José.

Durante a graduação, José Reinaldo se destacou em diversas atividades e como consequência agregou experiências marcantes no seu currículo. Iniciou os primeiros contatos profissionais ao ser contemplado com o estágio extracurricular no Laboratório Central de Biomedicina (UnitLab). Além disso, foi selecionado como monitor de disciplina e participou de projetos de pesquisa no Laboratório de Biologia Molecular do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP).

“A vivência no ITP foi uma das experiências mais incríveis que tive, porque, pela primeira vez, consegui chegar perto de um dos motivos que realmente levaram-me a vir à universidade, que foi a pesquisa científica. Neste local aprimorei a minha escrita e o meu olhar científico, além da produção de resumo e trabalhos para congressos e eventos”, relembra.

Com o incentivo do Programa de Bolsa de Iniciação Científica (PROBIC), o egresso agregou à formação complementar um curso de Genética e, em um dos seus projetos, foi condecorado com o prêmio Newton Freire Maia, importante reconhecimento da área.

“Graças à Universidade Tiradentes e à estrutura completa que ela oferece, seja em sala de aula, laboratórios estruturados, biblioteca física e digital, assim como o estímulo à pesquisa e extensão, eu tive a oportunidade de transformar meus sonhos em realidade. Tudo é uma somação, meus pais que sempre me apoiaram, as amizades que conquistei ao longo dos anos e o corpo docente, tudo contribuiu de forma imensurável na minha formação pessoal e profissional”, enaltece.

Novas oportunidades

O egresso de Biomedicina José Reinaldo Oliveira atualmente busca novas conquistas. Pós-graduando em Citologia Oncótica também pela Universidade Tiradentes, o biomédico atua em um importante laboratório de Anatomia Patológica e Citopatológica do estado. O próximo passo será ingressar em um mestrado.    

“Ainda tenho muito o que conquistar e isso me deixa muito feliz, saber que ainda tenho um mundo de aprendizados. O importante para mim não é final e, sim, o percurso que me deixa bastante motivado para continuar aprendendo, e cada vez mais aplicar este conhecimento de alguma forma e conseguir transformar outras realidades, assim como a graduação conseguiu transformar a minha vida”, enfatiza.

“As minhas conquistas acadêmicas atuaram de forma muito positiva dentro do meu convívio familiar, pois estimularam os demais membros a também buscarem uma formação. Através disso, eles puderam presenciar como a educação tem o poder de transformar histórias e realizar sonhos, além de proporcionar o crescimento profissional”, finaliza.

Compartilhe: