V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Egresso da Unit trilha caminho de sucesso na pesquisa

De aluno de Iniciação Científica a doutorando, Thailan Souza, egresso do curso de Engenharia de Petróleo, foi aprovado em primeiro lugar no doutorado do PEP.

às 10h37
Compartilhe:

A paixão pelo mundo da pesquisa começou ainda criança. Montar e desmontar brinquedos, ver filmes de ficção científica e muita leitura sobre tecnologia fizeram parte da vida de Thailan Souza desde cedo. Ele, porém, nem poderia imaginar, mas o olhar curioso e essas atividades desenvolviam a motivação para sua futura profissão. “Aos poucos, fui me motivando a ser um engenheiro, profissional que ama unir a criatividade com os problemas do dia a dia”, declara. 

Thailan traçou a sua trajetória e foi durante a sua graduação em Engenharia de Petróleo pela Universidade Tiradentes – Unit que entrou no mundo da pesquisa. Nessa época, ele se dividia entre as atividades acadêmicas e o trabalho no corpo administrativo do Departamento de Assuntos Acadêmicos na instituição de ensino.    

“A Unit me fez descobrir e aprimorar características como trabalhar em equipe, negociar junto aos alunos, tive oportunidade de ensinar pessoas, consegui aprimorar a visão estratégica e lidei com as mais diversas situações de uma empresa de grande porte”, afirma.

Mas, com o passar do tempo, o engenheiro buscou novas oportunidades. “Eu precisava pensar mais fora da caixa e foi aí que surgiu a chance da Iniciação Científica, por meio de um projeto referente ao tratamento da água do Rio São Francisco”, comenta. 

“Não foi uma decisão fácil deixar de fazer parte do corpo administrativo, mas foi a melhor decisão a ser tomada, pois melhorei minhas qualificações, conseguindo formular hipóteses, melhorar a análise crítica, adquirir maturidade intelectual, aprimorar o relacionamento interpessoal e várias outras qualificações muito importantes para minha trajetória pessoal e profissional”, acrescenta.

Após a graduação, Thailan ingressou no mestrado pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia de Processos – PEP e na pós lato sensu em Segurança no Trabalho, ambas na Universidade Tiradentes. “O mestrado foi fruto da Iniciação Científica, e o projeto consiste em utilizar um novo sistema etanólico bifásico como forma de recuperar alguns precursores de vitaminas (carotenos, licopeno, óleos, proteínas) presentes nos resíduos de uma indústria alimentícia, sendo importante para o reaproveitamento em indústrias cosméticas e/ou farmacêuticas”, salienta. 

E, ainda seguindo o caminho da pesquisa, o engenheiro conquistou nada menos que a aprovação, em primeiro lugar, no processo seletivo para o doutorado, também pelo PEP. “Inicialmente, tive a sensação de dever cumprido e de reconhecimento, afinal foram noites de sono perdidas e longas horas refletindo sobre o objeto de estudo. Esses são fatores que requerem abdicar de algumas coisas da vida, mas sei que tudo isso será recompensado”, garante.

“Atualmente, quero aproveitar o tempo de doutorado para aperfeiçoar meu inglês e, quem sabe, fazer um doutorado sanduíche, levando o nome da Unit para o exterior. Deixo meu agradecimento a todas as pessoas que fizeram parte dessa minha trajetória, de forma direta ou indireta, e em especial agradeço à minha família e amigos e a toda a família Uchôa pela oportunidade”, finaliza. 

O projeto aprovado na seleção de doutorado é uma continuação do mestrado, acrescentando análises físico-químicas para entender as interações do objeto de estudo.

Veja também: “Sempre fui muito curioso quanto às descobertas da ciência”, diz Kaio Eduardo.

Compartilhe: