V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Egresso do Programa de Pós-Graduação em Educação se destaca com projeto de museu virtual

Protótipo de museu virtual do museu Afro Comunitário Filhos de Obá foi desenvolvido em conjunto com a comunidade

às 20h48
Marcelo Prudente Silva
Marcelo Prudente Silva
A professora titular do PPED da linha de Educação e Comunicação, Mariana Picaro
Compartilhe:

Graduado em Artes Visuais e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Tiradentes (Unit), Marcelo Prudente Silva chamou a atenção da banca examinadora ao apresentar projeto de criação de museu digital para o Museu Afro Comunitário Filhos de Obá (Muscafo), localizado em Laranjeiras. O projeto traz o debate sobre narrativas por meio de dispositivos pedagógicos digitais.

“Já tinha desenvolvido na graduação a produção de um museu digital. Agora, com as novas possibilidades tecnológicas e novos estudos, foi possível permitiram desenvolver um projeto mais rico, encontrando um espaço centenário que tão bem representa a luta e resistência das religiões de matriz africana no estado”, explica Marcelo.

O projeto de museu digital conta a história de um dos mais antigos terreiros de candomblé de Sergipe, a Sociedade de Culto Afro-Brasileiro Filhos de Obá, e foi realizado em conjunto com os integrantes do terreiro, Yiá Ginalva, Breno Matos e Edilma Chagas, e especialistas acadêmicos convidados.

A metodologia adotada permitiu desenvolver um protótipo que busca exaltar a identidade afro-brasileira e sua importância histórica.

“Além de experiências com pesquisadores das diferentes áreas da educação do Brasil e do mundo, por meio dessa pesquisa, tive contato com outros espaços museais e com métodos científicos de investigação que ajudaram a enxergar as possibilidades de narrativas por trás dos dispositivos pedagógicos digitais”, disse.

A professora titular do PPED da linha de Educação e Comunicação, Mariana Picaro Cerigatto, foi orientadora do projeto e pontuou que é necessário desenvolver habilidades para inserir novas tecnologias na rotina e na educação.

Integração com comunidade

“Não tem como deixar de lado a tecnologia. Vivemos na sociedade do conhecimento, da informação e precisamos desenvolver habilidades, aprender novas formas de prática de cidadania. O trabalho foi bastante elogiado porque ele desenvolveu um protótipo de museu virtual em conjunto com a comunidade. Tudo foi pensado nas características do museu, de acordo com os aspectos culturais dessa comunidade”.

O pesquisador Marcelo destacou, ainda, a atualidade de seu trabalho diante do momento atual de isolamento social por conta da pandemia da Covid-19.

“Com o isolamento digital, os dispositivos e plataformas digitais ganham mais força. Isso se estende ao projeto que, apesar de ainda não ter sido implementado por estar passando por uma fase de ajustes, se deparou com uma realidade na qual o espaço físico, agora inacessível, deposita no ambiente virtual toda a possibilidade de acesso a acervo e narrativas da instituição”.

Museu

Localizado na cidade de Laranjeiras, o museu Afro Comunitário Filhos de Obá (Muscafo) possui peças que datam o século XVII. O espaço relata parte da luta dos negros que viveram em Sergipe no período da escravidão.

Compartilhe: