V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Empreendedorismo: de programador ao ramo de cervejas artesanais

Aplicativo agrega todas as etapas da realização de um concurso: desde as inscrições ao recebimento de amostras

às 23h34
Augusto de Carvalho Fontes
Compartilhe:

Depois de 16 anos trabalhando na área de Ciências da Computação, Augusto de Carvalho Fontes resolveu empreender ligando sua área de atuação e o ramo de cervejas artesanais. Formado na Universidade Tiradentes em Ciências da Computação, ele uniu graduação, o MBA em Gestão de Projetos de Software à demanda crescente do mercado cervejeiro e criou o aplicativo ‘Beer Awards Platform – BAP’ para concursos de cervejas.

“A ideia surgiu a partir da frustração dos organizadores da ‘Copa Internacional da Cerveja de Porto Alegre’ em buscar uma solução completa para organização e julgamento do seu concurso. Os organizadores me procuraram para construir uma solução para Copa e concluímos que o problema é recorrente entre os diversos concursos cervejeiros. Começamos a moldar o ‘Beer Awards Platform – BAP’ para fosse uma solução para qualquer natureza e tamanho de concurso de cervejas e que integrasse toda sua comunidade: cervejeiros e cervejarias, organizadores, equipe de trabalho, juízes e apoiadores”, relata.

Augusto explica que o BAP agrega todas as etapas da realização de um concurso: desde as inscrições ao recebimento de amostras.

“O BAP também gerencia o controle da adega para que, no dia do concurso, todos os juízes possam, a partir da ferramenta, avaliar as cervejas com a maior agilidade. Por fim, as súmulas de avaliação são divulgadas pela ferramenta, bem como o resultado, com as medalhas distribuídas. Além de mim e dos organizadores da Copa Diego Masiero e Diogo Retamal, juntaram-se então ao time de sócios Bruno Palaoro e Fábio Ramos”.

Alcance

Desenvolvida em 2019, a ferramenta é referência em competições e já foi utilizada por 16 concursos, entre eles a Indie Beer Cup, evento realizado na Costa Rica em fevereiro, e o Best of Craft Beer Awards, que será realizado em Oregon (EUA).

“Uma das primeiras ‘provas de fogo’ do aplicativo foi o VII Concurso Estadual de Cervejas Caseiras, organizado pela ACERVA Catarinense (Associação de Cervejeiros Artesanais de Santa Catarina), que aconteceu em julho de 2019. A meta era ter a ferramenta com as principais funcionalidades desenvolvidas até novembro do ano passado, quando ela faria sua estreia oficial em concursos profissionais durante a Copa Internacional da Cerveja em Porto Alegre. Desde então, o BAP foi utilizado por 16 concursos e seis estão com inscrições abertas pela plataforma”.

Mercado

De acordo com dados de 2019 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), de 2008 a 2018 o número de cervejarias artesanais no Brasil saltou de 70 para quase 900. Juntas, elas faturam cerca de 2,4 bilhões de reais. São consideradas artesanais as cervejarias independentes ou microcervejarias, que não estão ligadas a grandes grupos.

Para Augusto, as nuances do empreendedorismo já estavam presentes na graduação. Ao longo da vida profissional, ele percebeu que desenvolver um negócio on-line permitia atingir um público diverso e amplo.

“Com as plataformas atuais em nuvem, o custo inicial de infraestrutura é bastante reduzido, e cresce apenas quando o volume de clientes crescer também. E é muito mais fácil em um negócio online acompanhar a satisfação dos clientes e entregar melhorias de forma contínua”.

Sobre a importância de discutir empreendedorismo na graduação, ele foi assertivo.

“A inovação e empreendedorismo sempre estiveram presentes na Unit. Mesmo no início dos anos 2000, quando cursei minha graduação, já havia grande incentivo à formação de empresas incubadas na instituição. Não há dúvidas que ali percebi as possibilidades de inovar e empreender”.

Compartilhe: