V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Estudantes de Arquitetura da Unit são premiados em concurso de Paradas de Ônibus

A iniciativa, desenvolvida pela Prefeitura de São Cristóvão, contempla as ideias desenvolvidas por alunos sergipanos e farão parte do plano de mobilidade urbana municipal

às 10h31
Fotos: Heitor Xavier
Fotos: Heitor Xavier
Compartilhe:

Um trabalho que envolvesse acessibilidade, solução funcional, design, integração com o meio urbano e a apresentação da proposta. Com esses critérios, a Prefeitura de São Cristóvão lançou em maio o Concurso de Ideias para as Paradas de Ônibus voltado para acadêmicos dos cursos de Arquitetura, Design ou Engenharia. No total, foram inscritos 15 projetos.

Os cinco melhores foram selecionados para a votação popular e, no último dia 28 de setembro, durante realização do Fórum Sergipano de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana, foi divulgado o grande resultado. Dentre os três projetos vencedores, dois dos contemplados são da Universidade Tiradentes. Joyce Correia, Gabriel Silva, Natália Góes e Flávio Guimarães, estudantes do 5º período do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unit, conquistaram o 2º lugar, e o acadêmico Bruno Resende, do 6º período, ficou com a 3ª colocação.

“Moro em São Cristóvão desde criança e entendia a necessidade para que se pudesse projetar pontos de ônibus. Quando vi a oportunidade do concurso, achei que seria uma boa ideia, pois iria agregar a minha vivência com o lado profissional. Fizemos pesquisas, estudamos esta questão da identidade, trocávamos referências e construímos nosso projeto”, comenta Joyce Correia.

“Levar para a escolha popular foi um dos pontos mais importantes, porque é a população que utilizará os abrigos do ônibus”, acrescenta a estudante.

A ideia foi criada a partir de conceitos da cidade histórica, modernidade, estudos sobre cores e brasão e utilização de métodos desconstruídos. A parada de ônibus desenvolvida pelo grupo possuiu um design que valoriza o município e traz conforto aos usuários sem esquecer do uso do espaço pensando na acessibilidade.

“Tínhamos uma grande expectativa quando ficamos entre os cinco selecionados. O resultado foi muito melhor do que esperávamos. Aprendemos bastante com esta participação e nos mostrando que somos capazes, principalmente quando trabalhamos em grupo. Levaremos esta experiência para a vida profissional, porque, de certo modo, nos prepara para o mercado de trabalho”, declara Natália Góes.

“O melhor de tudo foi a participação das pessoas e a escolha dos melhores trabalhos na opinião deles. É um reconhecimento do que foi desenvolvido. Isso é muito gratificante”,  assegura Gabriel Silva.

Já o projeto desenvolvido pelo estudante Bruno Rezende envolveu aspectos culturais e trouxe o reisado como destaque para o ponto de ônibus. “Eu nunca tinha participado de um concurso. Foi uma conquista bastante gratificante porque na primeira fase do projeto fiquei com o primeiro lugar e conquistei a terceira colocação na votação popular. Pensei em um projeto que atendesse a população e fosse a cara de São Cristóvão fazendo com que a cultura da parte histórica se espalhasse por toda a cidade”,  enfatiza Bruno.

 

Sobre a votação popular

Para o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, foi muito importante ouvir a população para o processo da escolha da melhor ideia de pontos de ônibus. “Elaboramos este concurso por um caminho que despertasse a criatividade e que tivesse a participação popular para que fosse escolhida a melhor solução de abrigos para a nossa população”, afirma.

“Buscamos dar uma identidade local aos abrigos de ônibus do município, foi com esta proposta que lançamos o Concurso de Ideias de Paradas de Ônibus. Além deste item, foram analisados outros aspectos como acessibilidade, solução funcional, integração com o meio urbano e a apresentação da ideia”, frisa o Major J. Luiz, superintendente de Trânsito e Transporte de São Cristóvão.

Com informações da Prefeitura de São Cristóvão.

Fotos: Heitor Xavier

Compartilhe: