V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Google for Education capacita docentes da Universidade Tiradentes

Implantado na Universidade Tiradentes em 2016, Google for Education capacita professores e forma uma nova geração de profissionais conectada com a modernidade

às 22h47
Diretor de Inteligência Competitiva do Grupo Tiradentes, Domingos Machado
Compartilhe:

As mudanças tecnológicas na comunicação produzem um mundo cada vez mais integrado. A educação acompanha esses avanços incorporando ferramentas digitais à forma de aprendizagem e de interação entre aluno e professor. O Google for Education é um desses instrumentos. Implantado na Universidade Tiradentes em 2016, ele capacita professores e forma uma nova geração de profissionais conectada com a modernidade.

O G Suite for Education reúne ferramentas de produtividade semelhante a um pacote Office e colaboração para universidades e acadêmicos. Atualmente, há 80 milhões de usuários ativos na plataforma GSuite for Education e 36% das instituições que a utilizam no mundo são Instituições de Ensino Superior. No Brasil, esse número sobe para 45%, mas, somente a Universidade Tiradentes conquistou o pioneiro título mundial no último dia 06. Para alcançar esse reconhecimento, a Universidade investiu na capacitação de professores e de alunos, tornando-os embaixadores Google.

Diretor de Inteligência Competitiva do Grupo Tiradentes, Domingos Machado, explicou que a ferramenta possibilita a extensão da sala de aula aliada à mobilidade de equipamentos móveis, como smartfone e chromebooks (tipo de notebook, só que mais leve, com bateria que dura por mais de 11 horas).

“Nosso objetivo é fazer com que todos tenham acesso à educação e essa história começou fazendo com que cada aluno e cada professor escolhesse a ferramenta. O programa é utilizado por mais de 90% dos alunos e 80 % dos professores. Utilização e certificação são distintos. Hoje, mais de 10% dos professores têm certificação nível 1 ou 2, o que representa que o mesmo nível de exigência que o Google tem no resto do mundo, nossos professores têm”, disse.

Para uma IES se tornar universidade de referência do Google for Education, precisa conduzir seu modelo de aprendizagem à transformação tal qual a Unit fez, com chromebooks e adesão de mais de seis mil usuários, englobando corpo discente e docente. O programa de certificação de professores inclui, ainda, os docentes em formação, que cursam licenciatura

“A universidade criou um programa de certificação para os futuros professores, estamos treinando os alunos de licenciatura para que eles cheguem no mercado com diferencial. Algumas escolas iniciaram o processo de implantação e já estão pedindo que profissionais de ensino básico e médio tenham conhecimento de Google. Nossos alunos já sairão preparados”.

Por meio de jornadas pedagógicas e minicursos, o coordenador dos cursos de Informática da Unit, professor Fábio Santos foi capacitando docentes e despertando o interesse para que eles se tornassem embaixadores, ou seja, multiplicadores de conhecimento.

“Começamos a fazer jornadas pedagógicas para conscientizar os professores. Embaixador é o professor que se certificou, que passou a conhecer mais o ambiente e a multiplicar o assunto dentro da universidade. Isso despertou nos demais professores um interesse efetivo. O importante é que esse não é um projeto tecnológico, mas educacional. O grande diferencial é que ajuda o professor a ser mais produtivo, criativo”, informou.

Compartilhe: