V E S T I B U L A R UNIT
MENU

HIRT: exercício intenso de força ganha adeptos nas academias

O HIRT é um exercício intenso de força que vem ganhando adeptos nas academias por ter um tempo de treino menor

às 21h49
O professor do curso de Educação Física, Josué Cruz.
O professor do curso de Educação Física, Josué Cruz.
Compartilhe:

A busca pelo corpo perfeito pode esbarrar na falta de tempo para a realização de uma atividade física. Com o objetivo de suprir essa necessidade surgem vários tipos de treinamentos. Um exemplo é o método High Intensity Resistance Training (HIRT) que consiste na utilização de um exercício intenso de força em períodos curtos.

O professor do curso de Educação Física da Universidade Tiradentes (Unit), Josué Cruz, explica que o HIRT oferece benefícios não só para a saúde como também para performance e condicionamento físico. “Já é cientificamente comprovado que este método de treinamento além de deixar os músculos mais fortes, promove o fortalecimento dos ossos, diminuindo a incidência de osteoporose. Como também, a redução do açúcar no sangue e o risco de doenças crônicas”, diz.

O profissional de educação física explica que treinos de força de alta intensidade ajudam também no emagrecimento do praticante. “Por ser um método de intensidade, o treino irá proporcionar um alto gasto calórico. Segundo um estudo conduzido pelo pesquisador Antônio Paoli, o HIRT tem influência no gasto energético de repouso, ou seja, está diretamente relacionado com o consumo excessivo de oxigênio após o exercício, contribuindo, dessa forma, para o emagrecimento”, afirma.

Para quem acha a musculação monótona, o HIRT pode ser uma opção para diversificar o treino. “Uma das vantagens na utilização desse método está relacionada a seu tempo de duração, que pode ser feito entre 25 a 30 minutos e encaixa perfeitamente para praticantes que têm pouco tempo para realizar seu treino. Outra vantagem é que é um treino dinâmico quebrando o paradigma de que treino de musculação é monótona”, explica.

Josué Cruz alerta para os cuidados que os praticantes desse tipo de atividade física precisam ter. “Os maiores cuidados são em relação ao ajuste da carga, que precisa ser testada para que assim seja ajustada à força do praticante. Outro ponto importante é com a sequência dos exercícios para não sobrecarregar as articulações. Por último, o praticante não pode deixar de lado a hidratação, por se tratar de um método de alta intensidade, pois perde muita água através do suor”, alerta o professor. 

 

Leia também: Egresso da Unit vence prêmio de melhor personal trainer de Propriá

Compartilhe: