V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Itabaiana recebe ‘Manhã da Família: cidadania para todos’

Alunos Unit dos campi Itabaiana e Aracaju prepararam atividades como uma forma de prestar contas à sociedade sobre o conhecimento gerado na instituição.

às 20h45
A 8ª edição da ‘Manhã da Família: cidadania para todos’ aconteceu no último sábado, 27, no centro da cidade de Itabaiana e no Núcleo de Práticas Jurídicas da Universidade Tiradentes – Unit – com diversos serviços gratuitos, como: atendimento e orientação jurídico e social, prestação de serviços básicos de saúde (aferição de pressão arterial, teste de glicemia) e cadastro de doadores de medula óssea.
Professor José Wagner Santana, da disciplina Práticas de Extensão Jurídicas, com seus alunos do 3º período de Direito
Professor José Wagner Santana, da disciplina Práticas de Extensão Jurídicas, com seus alunos do 3º período de Direito
Atendimento jurídico e social foi um dos serviços ofertados durante evento
A autônoma Joseleide Lima de Jesus foi cedo ao NPJ para garantir atendimento
Professor Halley Ferraro, do curso de Medicina, disciplina Habilidades Médicas entre alunos
Professores Raimundo Giovani e Aldeni Santana
Abordada por um dos estudantes, Adalberto de Carvalho, a comerciante itabaianense Érica Domingues aprovou a iniciativa
Professor Eriberto Anjos do curso de Nutrição Farolândia, entre alunos
Alunos se organizando para receber a população
Clara Angélica, professora da disciplina de Direitos Humanos, entre alunos
Compartilhe:

Todas as atividades envolveram os cursos de Medicina, Enfermagem, Nutrição, Administração e Serviço Social da Unit. Para a diretora do campus Unit Itabaiana, professora Aldeni Santana Mendes, trata-se de uma prestação de serviço à sociedade.

“Oferecemos à comunidade um compromisso e um retorno do que eles realmente precisam, que é assistência médica e jurídica, principalmente. O evento é mais importante ainda para que a gente assuma realmente o compromisso social com a nossa comunidade e mesmo com a manhã bem chuvosa, foi um sucesso”, explica professora Aldeni.

Atendimento completo

Para o coordenador do Curso de Direito campus Itabaiana e um dos organizadores do evento, professor Raimundo Giovani, a ideia é sempre ampliar os serviços para que a sociedade tenha mais oportunidade de acessá-los. “Para o evento não ficar somente focado no serviço jurídico-social, tivemos a colaboração de diversos cursos da Unit justamente para ampliar aos alunos e comunidade a oportunidade de troca de aprendizagem”, conta.

A autônoma Joseleide Lima de Jesus foi cedo ao NPJ para garantir que teria algumas questões jurídicas esclarecidas. “Achei até que a gente ia poder participar das palestras, mas foi melhor ainda porque me atenderam no particular e tive informação sobre meu processo de pensão. Aproveitei o evento e ainda medi a pressão que sempre esqueço quando eu saio, fiz exame de diabetes também e graças a Deus deu bom e ainda fui atendida pelo nutricionista”, comemora.

‘Manhã da Família: cidadania para todos’

Clara Angélica é professora da disciplina de Direitos Humanos, em Itabaiana, e fez questão de acompanhar os alunos durante a atividade no centro da cidade do agreste. Segundo ela, os estudos foram consolidados e organizados em folders para facilitar o acesso à população. “A iniciativa é informar à população acerca das políticas públicas que a cidade de Itabaiana tem, quais os serviços oferecidos pela prefeitura, os programas federais de defesa e integridade da pessoa humana, como política de proteção ao idoso, à mulher, à criança e adolescente”, explica professora Clara.

Abordada por um dos estudantes, a comerciante itabaianense Érica Domingues aprovou a iniciativa. “É necessário porque tem muitos adolescentes que não tem oportunidade do primeiro emprego e o conhecimento sobre as oportunidades é uma coisa fundamental que poucos têm acesso”, diz.

Quem conversou com a comerciante foi o aluno do 8º período de Direito Adalberto de Carvalho. “Essa é uma iniciativa muito válida e oportuna. Já não é a primeira vez que a gente participa e é uma forma de prestar conta à sociedade daquilo que a universidade faz em prol do desenvolvimento da região como um todo”, avalia.

Compartilhe: