V E S T I B U L A R UNIT
MENU

ITP apoia evento da Funasa

Pesquisadores de vários estados brasileiros discutem sobre saúde e saneamento.

às 15h13
Foi iniciada nessa segunda-feira, 15, no Campus Aracaju Farolândia da Universidade Tiradentes – Unit –, a “Reunião técnica: programa de pesquisas em saúde e saneamento da Fundação Nacional de Saúde – Funasa – e seus desdobramentos”. O evento reúne pesquisadores de vários estados brasileiros, a exemplo da Bahia, Tocantins e Goiás, segue até o dia 17 de junho e tem como objetivo principal divulgar os resultados das pesquisas realizadas pela Funasa na área de saúde ao longo dos últimos dez anos.
Compartilhe:

Neste período foram desenvolvidas 80 pesquisas com financiamento da Fundação, sendo que cerca de 60 foram contratadas – ou seja, implementadas junto à população que necessitava de intervenção na área de saneamento. Do quantitativo total, 40 foram publicadas. De acordo com Ruy Eduardo de Oliveira, engenheiro da Funasa e coordenador do Núcleo Intersetorial de Cooperação Técnica, esta reunião tem grande importância para a academia, servidores da instituição e principalmente para a sociedade.

“Um evento desse nível só tem a ampliar, melhorar e otimizar o resultado, pois é um momento em que os técnicos da área de saneamento ambiental estão tendo a oportunidade de conhecer as pesquisas e poder aplicar essas novas tecnologias”, comenta Ruy Eduardo.

A primeira palestra foi sobre “Modelo de gestão dos serviços de saneamento no Brasil: limites e possibilidades”, um trabalho realizado na Universidade Federal da Bahia – UFBA – e coordenado pelo professor Luiz Roberto Santos Moraes. A segunda apresentação foi da professora Viviana Maria Zanta, também da UFBA, referente à “Proposta de melhorias no sistema de manejo e disposição dos resíduos sólidos para pequenas comunidades/Proesol”.

Também foram apresentadas pesquisas sobre “Metodologia para localização de obras superficiais e subsuperficiais de captação de água pelo mapeamento de zonas de qualidade de água (Maquasu)”, executada pela Universidade Federal de Campina Grande; e “Desfluoretação de águas subterrâneas”, executada pela Universidade de Santa Cruz do Sul.

Até quarta-feira serão apresentados mais seis trabalhos, dentre eles, “Saneamento ambiental, sustentabilidade e permacultura em assentamentos rurais (Samspar)”, executado pela Universidade Federal de São Carlos, e “Alternativas de gerenciamento seguro de lodos de esgotos sob a ótica do saneamento descentralizado”, que tem como executora a Universidade Federal de Santa Catarina; além da palestra sobre “Drenagem Urbana”, que será proferida pelo professor Vladimir Caramori de Souza, da Universidade Federal de Alagoas.

Presenças

Além do coordenador do Núcleo Intersetorial também participaram da abertura oficial do evento Laura Cristina Seton Mota, superintendente interina da Funasa, Filomena Cataca (também membro da Fundação em SE) e Márcio Zago, coordenador técnico do Plano Municipal de Saneamento Básico, programa desenvolvido através da parceria entre o Instituto de Tecnologia de Sergipe – ITP – e a Funasa. Márcio Zago esteve representando o presidente do ITP, Leonardo Maestri. Membros da equipe técnica do Instituto de Tecnologia ligados ao PMSB também estão participando da reunião técnica, que é destinada, de uma maneira geral, a pesquisadores, professores e interessados na área de saúde e saneamento. Ainda há vagas para os interessados em participar do evento.

Compartilhe: