V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Mercado de trabalho e empregabilidade

Em formato inovador, o curso de Nutrição da Unit realizou a primeira edição de Talk Show com participação de estudantes e egressos

às 11h25
Um dia inteiro de troca de experiências e muito aprendizado. No último dia 22, o curso de Nutrição da Universidade Tiradentes realizou a primeira edição do Talk Show. O evento, em um formato diferenciado, trouxe à Unit egressos da instituição de ensino para um bate-papo sobre as diversas áreas de atuação do nutricionista e as novas perspectivas para o mercado de trabalho.
Compartilhe:

“A ideia do evento foi de mostrar aos alunos onde nossos egressos estão alocados no mercado de trabalho e mostrar o diferencial que cada um utiliza para divulgar sua profissão. Este formato de sala de conversa é para justamente deixar mais dinâmico e mesclar a participação simultânea dos estudantes e palestrantes”, declara o coordenador do curso de Nutrição, professor Dr. Hugo Xavier.

Dividido em três momentos, os egressos fizeram uma breve demonstração dos desafios enfrentados em sua profissão. Inovar e empreender também faz parte do dia a dia do nutricionista. Na programação, nutrição esportiva e clínica, além da relação com as mídias sociais, foram assuntos debatidos no evento.

“A nutrição no âmbito esportivo é um padrão de vida a ser seguido, por isso tudo deve ser trabalhado de forma específica. Particularmente, utilizo minhas redes sociais como meio de divulgação e percebi que é um trabalho de formiga. Nós devemos ficar atentos com a quantidade de pessoas que estão sendo atingidas pelas publicações”, declara a nutricionista esportiva e social media Clarice Cruz.

“Como trabalhamos com imagem, muitas vezes somos exemplos do nosso paciente. Por isso, é preciso ter cautela com o que devemos expor e também com a nossa imagem”, comenta o nutricionista esportivo Matheus Ezequiel.

Além da área clínica abordada pela nutricionista Mayra Maynard, a mestre em Nutrição Pública Andressa Ferreira esclareceu o importante papel do nutricionista e sua relação com pacientes com transtornos alimentares.

“Para alguns transtornos, o tratamento acaba sendo muito sofrido e cansativo para o paciente. Mas quando conseguimos obter a melhora dos nossos pacientes, acaba sendo recompensador para o profissional”, salienta Andressa.

Por fim, a nutricionista técnica do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE – em Poço Redondo, Camila Porto, falou sobre o trabalho com a merenda escolar.

Programação

O evento contou ainda com a realização de minicursos teóricos e práticos abordando temáticas como a alimentação low carb, transtornos alimentares, alimentação e atividades esportivas, alimentação para diabéticos, estratégias nutricionais para o emagrecimento saudável e dieta ortomolecular.

“O evento foi um grande sucesso. Cada participante tinha que trazer dois quilos de alimentos e conseguimos arrecadar quase uma tonelada de produtos não perecíveis que iremos doar para instituições necessitadas”, enfatiza o coordenador.

Compartilhe: