V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Mobilidade acadêmica: Unit recepciona estudantes estrangeiros

O encontro teve como objetivo integrar os novos estudantes e compartilhar experiências

às 14h54
Compartilhe:

Com o objetivo de promover um momento de integração entre estudantes estrangeiros, a Universidade Tiradentes, por meio da Coordenação de Relações Internacionais, realizou um encontro de boas-vindas para os novos acadêmicos do semestre. A iniciativa foi realizada na manhã de ontem, 11, no Bloco F do Campus Aracaju Farolândia.

“Estamos nesse processo de internacionalização da universidade e, além de enviar os estudantes da instituição de ensino para o exterior, também recebemos alunos estrangeiros. É muito importante essa troca porque eles interagem em sala de aula, além de trazer esta nova perspectiva de experiência internacional para os universitários”, comenta a assessora de Relações Internacionais, Stephanie Donald.

“A mobilidade acadêmica também cria laços e estimula aos alunos a novas experiências”, acrescenta Stephanie.

Somente neste semestre, seis estudantes de países como o Peru, Colômbia e Estados Unidos estão na Unit para mobilidade acadêmica.

“Escolhi o intercâmbio porque posso ampliar meus conhecimentos, conhecer novas culturas e aprender muito mais como por exemplo, aqui no Brasil a tecnologia está um pouco mais avançada que o meu país, então quero obter novos conhecimentos”, declara Milagros Mantesinas, estudante de Farmácia da Universidade Católica de Santa Maria.

Alexis D’Alessandro já vivenciou uma experiência acadêmica e retorna à universidade para a realização de uma pesquisa durante nove meses. A mobilidade é resultado de uma parceria entre o MIT (Massachusetts Institute of Technology) e a Unit, por meio de uma bolsa da Fulbright.

“Sempre tive o interesse em trabalhar com as comunidades do Nordeste brasileiro. Acredito que a Unit é o melhor lugar para fazer a minha pesquisa por causa do corpo docente e dos meios ofertados para minha pesquisa. Espero desenvolver algo que pode ajudar essas comunidades e também colaborar com o meio ambiente.  Estou trabalhando para desenvolver um indicador de qualidade de água para detectar algum tipo de contaminação que faca mal à saúde”, explica Alexis.

Após o encontro, o grupo visitou o Museu da Gente Sergipana, local voltado para expor o acervo do patrimônio cultural material e imaterial do estado de Sergipe.

Compartilhe: