V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Nós somos o que comemos

A história da Nutrição contada através dos períodos

às 23h24
Alunos do 1º período do curso de Nutrição, motivados pela coordenação e pela professora Isabelle Brito, responsável pela disciplina História da Alimentação, desenvolveram atividade extensionista na noite dessa segunda-feira, 25, no minishopping do Campus Farolândia
Idade Média em destaque
Idade Média em destaque
Professora Isabelle
Estandes narram os períodos
Compartilhe:

Com equipes distribuídas em estandes e cada um deles apontando para o visitante um período da história, desde a pré-história até a contemporaneidade, tiveram como propósito consolidar a 7ª mostra de Nutrição com destaque para o tema Nós somos o que comemos.

“Os alunos precisam desenvolver uma pesquisa de cada época histórica relacionando essa parte histórica com a alimentação servida nos sete estandes que foram montados com esse objetivo”, salienta a professora Isabelle.

A pesquisa que passa pela pré-história e idades antiga, média, moderna, contemporânea, além da atualidade aonde os alunos apresentam temas atuais da alimentação com foco no papel do Nutricionista, é bem vista pelos discentes.

Empolgado com a tarefa de discorrer sobre o alimento consumido na Idade Média, o acadêmico Ramon Melo dos Reis reconhece que o momento é muito importante. “É quando conseguimos nos expressar narrando sobre o que acontecia nessa época”, die ele explicando que na Idade Média o pão era considerado o corpo de Cristo e o vinho, o sangue com excessiva influência da igreja católica.

“Nesse semestre a mostra tem um gosto especial por fazer parte do currículo por competência, o novo modelo que estamos implantando na universidade”, revela o coordenador do curso, professor Hugo Xavier.

Satisfeito com o resultado da amostra o professor Hugo reconhece que os alunos aderiram integralmente ao projeto que integra, além da disciplina História da Alimentação, as disciplinas de Química Geral e Orgânica e Introdução a Nutrição e Ética Profissional. “As três disciplinas juntas, num projeto de extensão fazem com que os alunos se integrem, aprendam e exponham esse conhecimento pra nossa comunidade”, finaliza o professor Hugo.

Compartilhe: