V E S T I B U L A R UNIT
MENU

PAIMI celebra a chegada da Primavera e o mês do idoso 

O Programa de Assistência Integral à Melhor Idade (PAIMI) realiza educação, aperfeiçoamento cultural, espiritual e intelectual de idosas. 

às 14h44
Participantes do PAIMI
Participantes do PAIMI
Compartilhe:

Para celebrar o início da Primavera e o mês do idoso, o Programa de Assistência Integral à Melhor Idade (PAIMI) realizou uma tarde de danças, brincadeiras e sorteio de brindes com as idosas integrantes do Programa e alunos dos cursos de Educação Física, Farmácia e Nutrição da Universidade Tiradentes (Unit) participantes.

Para a coordenadora do Programa, Zulnara Mota, outubro é um mês para ser duplamente celebrado. “É necessário plantar sementes de amor. Multiplicar essa semente para que não floreça só na primavera, mas todo o ano. Nossas flores, que são os integrantes do PAIMI, estão florindo cada vez mais graças às atividades realizadas no projeto. Sempre que se têm datas comemorativas, somos convocadas pelas nossas florzinhas para fazer alguma atividade. E isso é muito importante para firmar laços”, diz. 

Por meio dos cursos de Educação Física, Farmácia, Fisioterapia e Nutrição, os alunos podem colocar em prática o que aprenderam em sala de aula. Como é o caso da aluna do curso de Farmácia, Regina Correia. Para ela, participar do projeto é muito prazeroso.

“É muito especial estar aqui, trabalhar com os idosos é bem legal, elas são maravilhosas. Aqui aprendemos a fazer acompanhamento farmacêutico, orientando sobre o uso das medicações, o jeito correto de fazer o armazenamento, a preparar chás e também a análise das reações que alguns medicamentos podem trazer”, conta. 

As idosas que participam do PAIMI aproveitaram a celebração com atividades de lazer, danças e premiações. Para Maria Elena Ramos da Cunha, de 72 anos, estar no projeto trouxe liberdade e rejuvenescimento. 

“Eu tenho duas vidas. Uma vida antes e outra após o PAIMI. Hoje eu sou outra pessoa. Tenho liberdade, aprendi coisas novas e aproveito muito com as brincadeiras que fazemos aqui. Agora estou na melhor idade. Vir pra cá, me arrumar toda para participar dessa festa e receber elogios aumenta minha autoestima. Para mim tá sendo muito bom ter essa experiência”, conta dona Maria Elena.

“O projeto caiu do céu pra mim. Uma amiga há muito tempo vinha me chamando e vim. Faz seis anos que participo do projeto, venho para todos os eventos e isso está me fazendo bem. Não só as festas, mas o acompanhamento com as meninas da Nutrição e da Farmácia, o pessoal da Educação Física e Fisioterapia, o coral, o grupo de dança. Tudo aqui é muito bom”, diz dona Sônia Walois, de 69 anos.

PAIMI

O Programa conta com atividades como dança, aulas de canto e oficinas manuais, com bordados e crochês, que, além de serem atividades divertidas que ajudam terapeuticamente, servem para arrecadar dinheiro para essas idosas. 

O PAIMI é aberto a toda comunidade que queira participar, estudantes ou idosas, basta ir nas salas 6 e 7 do Bloco C, campus Farolândia, das 14h às 16h. Para idosas, existe uma lista de espera. Para alunos que quiserem participar, é preciso apresentar um projeto ou atividade a ser desenvolvido para análise.

Para mais detalhes, entre em contato pelo e-mail: zulnara_mota@unit.br

 

Leia mais: Paimi: atividades do segundo semestre reúne mais de 50 idosas

Compartilhe: