V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Paladar Infantil: transtorno causa deficiência nutricional e deve ser tratado

Com ajuda psicológica, é possível adquirir uma alimentação mais saudável, incluindo alimentos rejeitados.

às 18h41
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

Todo mundo conhece alguém considerado “chato para comer”, que geralmente, só consome fast-foods, salgadinhos e doces, e rejeita frutas, verduras e legumes. Cuidado, o que parece frescura pode esconder um transtorno psicológico, o Tare.

Conhecido popularmente como ‘paladar infantil’, o Transtorno Alimentar Restritivo/Evitativo (Tare) é caracterizado pela rejeição a diversos tipos de alimentos pela textura, cor, sabor e aspecto.

A depender do nível de rejeição ou seletividade, o indivíduo pode adquirir anemia, aumento do colesterol, triglicerídeos, falta ou excesso no consumo energético do corpo, e deficiência nutricional.

Em casos assim, a pessoa precisa de tratamento, que pode incluir até medicações.

Confira dicas para uma alimentação mais saudável:

  • Comece utilizando frutas em sucos e vitaminas
  • Escolha frutas mais doces, pois são melhores aceitas, como banana, mamão, maçã e pera
  • Opte por vegetais com sabores suaves. Por exemplo, alface americana, escarola, cenoura e abobrinha
  • Utilize molhos caseiros para disfarçar o sabor
  • Misture uma comida que não gosta junto a outra que tenha prazer em comer
  • Cozinhe mais em casa. Se necessário, aprenda. Manusear os alimentos pode ajudar na aceitação 
  • Bata vegetais e consuma-os como um tipo de caldo ou sopa. Aos poucos, aumente o tamanho dos pedaços
  • E lembre-se: se não conseguir sozinho, procure ajuda psicológica.

*com informações de Gazeta do Povo, Uol e Folha de Londrina

 

Leia também: Unit Esportes incentiva a prática esportiva e beneficia alunos e colaboradores

Conheça nosso curso de Nutrição.

Compartilhe: