V E S T I B U L A R UNIT
MENU

PBI promove aula inaugural

Programa Pós-Graudação em Biotecnologia Industrial traz gestor da Capes para ministrar primeira aula

às 18h38
Aula inaugural reúne estudantes de mestrado e doutorado
Compartilhe:
Odir Dellagostin ressalta crescimento dos progamas de Biotecnologia

Odir Dellagostin ressalta crescimento dos progamas de Biotecnologia

O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia Industrial – PBI – do Grupo Tiradentes realizou, na tarde desta segunda-feira, 19 de maio, a a primeira aula inaugural do curso de doutorado. Com tema “O Cenário da P’-s-Graduação em Biotecnologia no País”, a aula foi ministrada pelo professor Odir Dellagostin, coordenador-adjunto da área de Biotecnologia na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes. O evento aconteceu na sala 17 do Bloco F, Campus Aracaju Farolândia da Unit.

“A presença do professor Odir nos permite ver o nosso programa por outros olhos”, afirma a coordenadora do PBI, professora Francine Padilha. Além dela, participaram da aula inaugural a diretora de Pesquisa e Extensão da Unit, professora Ester Fraga Vilas-Bôas; a diretora-adjunta de Graduação da universidade, professora Lenalda Moraes.

Formado em Medicina Veterinária pela UFPel, com doutorado e pós-doutorado em Biologia Molecular pela University of Surrey (Inglaterra), o professor Odir avalia ressalta que a pós-graduação em Biotecnologia está crescendo em ritmo acelerado, muito acima do nível nacional da pós-graduação.

“Hoje no País nós temos 53 programas stricto sensu na área de Biotecnologia, a maioria com mestrado e doutorado, e um desses programas é o da Unit, que embora tenha sido criado recentemente, já aprovou também o doutorado. Por isso, é uma satisfação muito grande para mim estar aqui e conversar um pouco com os professores, alunos e dirigentes desta universidade”, comenta Odir.

Segundo ele, o Brasil possui grande potencial na área de Biotecnologia. “Nós temos competências nas quarto grandes áreas da Biotecnologia – ambiental; saúde humana e animal; vegetal e industrial. Temos que explorar essas competências e tirar proveito delas. Para isso, precisamos formar recursos humanos qualificados através dos cursos de mestrado e doutorado”, comenta o palestrante.

Aula inaugural reúne estudantes de mestrado e doutorado

Aula inaugural reúne estudantes de mestrado e doutorado

O palestrante

O doutor Odir Dellagostin é bolsista de produtividade em Pesquisa do CNPq 1A desde 2007. Foi coordenador do Centro de Biotecnologia, do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPel. Atualmente é diretor do Centro de Desenvolvimento Tecnológico.

Tem experiência na área de Biologia Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: desenvolvimento de vacinas recombinantes, vacina contra tuberculose bovina e vacina contra leptospirose. Já publicou mais de 130 artigos científicos e realizou o depósito de 16 patentes.

Orientou mais de 40 teses e dissertações pelos programas de pós-graduação em Biotecnologia e em Veterinária. Foi membro da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação de 2010 a 2014 e coordenador do Comitê Assessor de Ciências Biológicas da Fapergs de 2011 a 2014. No presente momento também exerce as funções de Coordenador Adjunto da área de Biotecnologia da CAPES, membro do Comitê Assessor de Veterinária do CNPq e membro do Conselho Superior da FAPERGS.

 

 

 

Professora Francine Padilha coordena o PBI

Professora Francine Padilha coordena o PBI

Compartilhe: