V E S T I B U L A R UNIT
MENU

A postura ética no exercício da profissão

O tema é motivo de pesquisa e de publicação de obra literária voltada para os profissionais da Saúde

às 22h06
Intelectuais e profissionais da área da Saúde prestigiaram na noite dessa quinta-feira, 29, o lançamento do livro da médica e professora da Unit Déborah Pimentel. Intitulado “Relações de conflitos éticos na prática de médicos e enfermeiros”.
A doutora Déborah Pimentel autografa seu livro
A doutora Déborah Pimentel autografa seu livro
Os doutores Paulo Amado, Eduardo Garcia e Aderval Aragão em roda de conversa
O professores Jouberto e Amélia Uchôa prestigiam a autora e sua obra.
A obra aborda a questão ética na atuação do profissional da saúde
Compartilhe:

A noite de autógrafos teve como cenário o espaço M Depósito de Arte, localizado na Rua José Ramos da Silva, no Bairro 13 de julho, oportunidade em que alguns dos seus convidados manifestaram opiniões sobre a 5ª obra lançada pela médica sergipana.

“Esse livro só vem engrandecer todos nós, médicos, e, por que não dizer de todos os profissionais da área da saúde”, pondera o presidente da Sociedade Médica de Sergipe – Somese –, o médico José Aderval Aragão. Ele acrescenta que esta é a primeira vez que o Conselho Regional de Medicina edita um livro de um sergipano. “É uma honra muito grande para a sociedade médica; e para nós, que atuamos na área, essa contribuição que ela tem deixado aqui em favor da ética”, completa.

“Temos de valorizar cada dia mais o ser humano e isso se dá através do comportamento ético. E nós que trabalhamos com gente na área da Medicina e da Enfermagem estamos obrigados a permanecer atentos a essa questão. E a mensagem deixada por doutora Déborah nesse livro nos leva a refletir sobre a necessária aplicação da vida em plenitude em relação ao próximo”, opina o médico Paulo Amado Oliveira.

“Cada vez mais o trabalho multidisciplinar é indispensável não apenas para o bom andamento da equipe e da boa convivência das pessoas, mas, principalmente, para que possamos oferecer um melhor tratamento para o paciente. Hoje dia, sabemos que cada profissional cumpre um papel fundamental no acompanhamento do paciente, e nenhum profissional consegue substituir o outro. Então, a partir do momento em que conseguimos aproveitar a potencialidade de cada um, em equipe, a gente consegue oferecer para o paciente o que há de melhor no tratamento”, afirma o coordenador do curso de Medicina da Unit, professor Richard Halti Cabral.

Para a autora, a relação de médicos com seus pacientes já é conflituosa por si só. “A relação dos médicos com os Enfermeiros, motivados pelas questões dos pacientes também são inúmeras. Aliás, a relação entre médico e enfermeiro tradicionalmente é uma relação de rivalidade e que vem já há mito tempo”, reconhece a doutora Déborah. Contudo, segundo observa “a relação existente entre as duas categorias profissionais diz respeito à forma como os médicos conduzem as questões com os seus pacientes”, diz a autora com base na observação de inúmeros depoimentos que serviram de base para a confecção da sua obra.

“A doutora Déborah é uma profissional da mais alta qualificação e uma pessoa amada por todos que a conhecem. Quem a conhece, logo se apaixona pela elegância, lealdade e decência. E a Unit tem o maior orgulho de ela ser uma parceira nossa”, conclui o professor Uchôa.

Compartilhe: